Primeira estrada solar do mundo fica na China e gera 1 milhão de kWh de eletricidade

Quando o assunto é energia limpa, principalmente solar, a China tem se superado cada vez mais.

Além de investir pesado nesse tipo de energia, o país também é dono da primeira “estrada solar” do mundo. Localizada em Jinan, capital da província de Shandong, ela foi construída em um trecho de via expressa e gera eletricidade a partir da luz do sol.

A parte da via é coberta por três camadas: concreto translúcido na parte superior — permitindo a passagem da luz —, painéis fotovoltaicos no meio, e isolamento na parte inferior. 

São 5.875 m² e 2 km, convertendo a luz solar em eletricidade que é diretamente direcionada para a rede elétrica, segundo a agência de notícias estatal People’s Daily.

O especialista em engenharia de transporte da Universidade de Tongji, Zhang Hongchao, declarou, em entrevista à mídia chinesa, que o trecho pode lidar com 10 vezes mais pressão que o asfalto comum.

Além disso, por ano, ela gera 1 milhão de kWh de eletricidade.

Os investimentos para a obra, no entanto, foram de cerca de 3.000 yuan (R$ 2.160) por metro quadrado de estrada — mais caro do que o asfalto comum, o que gerou algumas críticas ao projeto, que no total custou cerca de R$ 12,7 milhões.