Os países que mais (e menos) protegem os animais

Ser bicho nesse mundo não está fácil. Caça, exploração, maus tratos… Alguns animais, no entanto, têm mais sorte que outros e nascem em países onde, supostamente, são mais respeitados pelos seres humanos.

Quer saber que lugares são esses?

A organização World Animal Protection lançou mapa interativo que avalia as políticas de bem-estar e conservação animal de 50 países ao redor do mundo.

 As nações são julgadas em cinco critérios – reconhecimento, governança, leis, educação e conscientização

– E depois levam para casa uma nota que vai de A (para os países campeões em proteção animal) a G (para aqueles que ainda têm muito a evoluir na questão).

Confira, as nações que tiveram melhor e pior desempenho no ranking.

O Brasil? Podemos dizer que foi aprovado sem louvor: levamos um C no boletim. Não tiramos nota A em nenhum dos critérios de avaliação e nosso pior desempenho foi um E em educação.

Segundo a World Animal Protection, a Constituição brasileira reconhece a importância da educação ambiental

colocando-a a cargo dos Estados, mas os temas ‘bem-estar e proteção animal’ ainda passam longe das salas de aula

desperdiçando uma grande oportunidade de formar cidadãos mais conscientes a respeito da importância de respeitar os demais seres vivos que habitam o planeta, como os bichos.

Quer saber como outros países se saíram na avaliação? Navegue pelo mapa interativo!

OS PAÍSES QUE MAIS RESPEITAM OS ANIMAIS

1. Áustria 2. Nova Zelândia 3. Reino Unido 4. Suíça

OS PAÍSES QUE MENOS RESPEITAM OS ANIMAIS

1. Azerbaijão 2. Bielorrússia 3. Irã