O casal de veterinários ucranianos que acolhe animais abandonados por fugitivos da guerra

Para gerar energia limpa e ficar independente da concessionária local, agora você pode contar com o financiamento da Caixa Econômica Federal.

“Nós, seres humanos, somos a raiz da grande maioria dos problemas que o mundo animal enfrenta hoje. 

No entanto, ao mesmo tempo, somos a única espécie forte e consciente o suficiente para fazer a diferença e ajudar a salvá-lo!”

Esse sempre foi o lema do casal de veterinários ucranianos Leonid e Valentina Stoynov, que há anos dedica sua vida a proteger animais selvagens por meio do projeto Vet Crew.

A iniciativa, no entanto, ganhou um novo foco desde 24 de fevereiro, quando a Rússia invadiu oficialmente a Ucrânia e deu início a uma nova guerra no mundo. 

Sitiados em Odessa, cidade que inclusive já foi atacada por mísseis russos, Leonid e Valentina começaram a assistir a um grande número de pessoas saindo às pressas da cidade

Rumo a fronteiras de países vizinhos, e deixando para trás seus animais de estimação.

Sem saber se animais serão aceitos nos lugares para onde estão indo buscar refúgio, muitos deixam seus bichos de estimação para trás.

Para evitar que fiquem abandonados, Leonid e Valentina decidiram, por ora, focar seus esforços na proteção de animais domésticos.

E fizeram um pronunciamento em suas redes sociais, onde têm bastante alcance, para conscientizar tutores para que não deixem seus bichos para trás:

“Gritos e bombardeios podem ser ainda mais assustadores para quem não entende o que está acontecendo“, afirmam, oferecendo ajuda para orientar como é possível sair do país levando seus animais.

Segundo eles, países como Polônia, Romênia e Eslováquia, por enquanto, estão permitindo que os ucranianos atravessem as fronteiras com seus bichinhos

mesmo sem documentos veterinários, não tendo necessidade alguma de deixar os animais para trás.

A conscientização é o grande objetivo do casal nesse momento – já que seria impossível abrigar todos os animais da cidade em sua casa 

-, mas para aqueles que estão decididos a deixar seus bichos de estimação, 

 Leonid e Valentina fazem um novo apelo ao final do vídeo na tentativa de combater o abandono, que pode ser fatal para os bichinhos: 

“Não importa a situação, seguiremos fazendo o nosso trabalho.

 Ficaremos em Odessa e estamos aceitando animais em caráter de emergência“, afirmam, deixando a porta aberta para que tutores deixem seus animais de estimação aos cuidados deles.

O casal está usando uma campanha de financiamento – que havia sido criada antes do início do conflito –

 para arrecadar recursos que os ajudem a cuidar dos animais acolhidos, mas avisa que, por enquanto, transferências internacionais regulares não estão sendo aceitas, por conta de sanções do governo.