Jovem de MG desenvolve técnica capaz de transformar

Qualquer água em potável por meio da luz do sol.

Para, pelo menos, 35 milhões de brasileiros, o acesso à água potável não depende apenas de abrir uma torneira.

São pessoas que vivem em regiões precárias, sem água encanada, e por conta da falta de acesso ao recurso enfrentam uma série de desafios 

– entre eles, problemas de saúde e dificuldades de aprendizagem.

Impactar positivamente a realidade desses seres humanos foi o que motivou a estudante de Minas Gerais

Bárbara Paiva a desenvolver inovação capaz de transformar qualquer água em potável por meio da luz do sol.

A ideia surgiu durante o mestrado da estudante, que é formada em Engenharia Ambiental.

 Bárbara estudava sobre a esterilização de parasitas por meio de radiação e foi provocada, na disciplina de ‘Empreendedorismo e Inovação’ do curso, a transformar a pesquisa em um produto ou serviço.

A jovem, então, utilizou os resultados de seus estudos para construir uma garrafa capaz de filtrar a água por meio de radiação solar, garantindo que pessoas que vivem em regiões precária

 – inclusive sem acesso à eletricidade – possam purificar o recurso para beber e, também, para outras atividades – tais como cozinhar e tomar banho.

Recém-desenvolvida, a ideia já encantou muita gente – dentro e fora do Brasil! Bárbara foi a vencedora da etapa

Brasil do Red Bull Basement University 2021, iniciativa que reconhece ideias inovadoras desenvolvidas por universitários de todo o mundo.Agora, ela concorre a nível global com outros 42 projetos.

O resultado sai neste mês de dezembro! Antes disso, porém, todos os finalistas terão acesso a mentorias com renomados profissionais para, entre outras demandas,

Pensar formas de produzir em grande escala suas ideias, mapear diferenciais competitivos de seus produtos e criar estratégias para ampliar o mercado de potenciais clientes e consumidores

Leia mais sobre sustentabilidade no The Greenest Post