Conheça a telha brasileira capaz de gerar energia elétrica a partir da luz solar

Seguindo os passos da Tesla, gigante de tecnologia americana que começou a produzir em larga escala telhas que geram energia solar (e são mais baratas do que as telhas convencionais)

A Telite, empresa brasileira, também criou uma telha capaz de produzir energia elétrica! Feita a partir de grafeno

Considerado o “material do futuro”, a telha pode durar até 80 anos gerando energia para uma residência.

A tecnologia está em fase de certificação no Inmetro e sendo testada em diferentes regiões, com climas distinos, para comprovar sua eficácia e segurança.

A partir da liberação, a empresa pretende fabricar as telhas de forma sustentável, reutilizando 150 toneladas de plásticos recicláveis todos os meses.

O polietileno é o material a ser utilizado, por ser denso, impermeável, resistente a temperaturas altas, e não causa danos ao meio ambiente.

Segundo a Telite, bastaria apenas 4 telhas com grafeno para gerar cerca de 30 quilowatts de eletricidade mensalmente 

O que seria suficiente para uma casa com sala, cozinha, 2 quartos e 1 banheiro durante 1 mês.

A tecnologia de grafeno pode ser utilizada em qualquer telha, levando energia elétrica de forma acessível, rápida e inteligente, mesmo com tempo nublado ou chuvoso.

O Brasil é detentor da maior reserva mundial de grafite, ao lado da China e do Canadá – o que torna a matéria prima abundante.

O grafite é a materia prima para a produção do grafeno, suas propriedades físicas são extraordinárias,

com potencial de uma grande revolução na indústria, na substituição do plástico, do aço e do silício.

O grafeno é muito resistente, entretanto é leve e bem flexível, além de ser um alto condutor para componentes eletrônicos, como chips por exemplo.

As telhas produzidas a partir do grafeno tem um custo de produção que chega a ser até 40% mais barata se comparada

com os painéis solares convencionais e somente 35% mais cara que uma telha colonial plástica comum.