Brasileiros criam ônibus que já rodou mais de 100 mil km sem uma gota de combustível

Em tempos de preços altíssimos dos combustíveis, pesquisadores do Laboratório Fotovoltaica, da Universidade Federal de Santa Catarina, propõem uma possível solução para o problema: veículos movidos a energia solar.

O primeiro protótipo apresentado foi o do eBus, um ônibus que funciona a partir de eletricidade gerada pelo sol.

100% desenvolvido e montado no Brasil, com o apoio das empresas WEG, Marco Polo e Eletra, trata-se do primeiro veículo elétrico a bateria que é totalmente carregado com energia solar fotovoltaica para funcionar.

A recarga acontece na própria sede do Laboratório Fotovoltaica e é feita a cada conclusão de rota do eBus, que atualmente funciona para transportar alunos, professores e visitantes que frequentam o campus da Universidade Federal de Santa Catarina e vêm do Norte da Ilha de Florianópolis.

Além de garantir mobilidade sustentável, o ônibus é uma espécie de polo de pesquisa móvel, já que contribui para o levantamento de dados e para a análise de viabilidade da tecnologia nele instalada.

A intenção dos estudantes é se aprofundar no funcionamento do ônibus solar para, em um futuro próximo, poder implementar a tecnologia no transporte público de todo o Brasil. Já pensou?

O ônibus conta ainda com um Sistema de Frenagem Regenerativa, que garante que o movimento das rodas, bem como o freio do veículo, produzam energia cinética, que é transformada em eletricidade e devolvida às baterias do ônibus para que também possam contribuir para o seu funcionamento. Legal, né?

O eBus já rodou mais de 100 mil quilômetros sem uma gota de combustível – o equivalente a duas voltas e meia no mundo! – e promete ainda ter muita estrada pela frente. Que chegue a todo o Brasil!