Artista brasileiro é convidado para expor seu trabalho na sede da ONU ao lado de Portinari

Para celebrar o bicentenário da independência do Brasil, o artista brasileiro Eduardo Kobra foi convidado pela Missão do Brasil na ONU para expor suas obras na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Onze painéis do muralista, que começou a desenhar, na clandestinidade, pelas ruas de São Paulo, antes de ganhar o mundo, estão em exibição no mesmo salão em que são exibidos os murais “Guerra” e “Paz”, de Cândido Portinari.

Em entrevista exclusiva para a ONU News, Kobra falou sobre a exposição e a mensagem que quer levar ao mundo por meio de suas obras.

“É uma honra ter meu trabalho exposto nos corredores da ONU. Meus murais falam de paz e solidariedade, além de tratar do desarmamento e apoiar a tolerância e o respeito à diversidade, pautas que possuem total sintonia com os princípios da ONU”, diz ele.