Alerta da Anvisa! Os 10 alimentos vendidos no Brasil que mais possuem agrotóxicos

Você tem uma alimentação saudável? A pergunta, aparentemente, fácil de ser respondida, é muito mais complexa do que você imagina.

Último levantamento sobre o assunto, divulgado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)

apontou que um terço das frutas, vegetais, grãos e hortaliças consumidos, diariamente, pelos brasileiros contém quantidade de agrotóxicos acima do permitido.

Ficou assustado? Infelizmente, tem mais: cerca de dois terços desses alimentos possuem resíduos de, pelo menos, um tipo de agrotóxico que nunca foi sequer registrado no Brasil

como o azaconazol e o tebufempirade – e chegam no país por meio de contrabando.

Usadas para aumentar a produção agrícola, essas substâncias podem causar grandes prejuízos à saúde dos consumidores,

provocando desde dores de cabeça e alergias a doenças mais graves, como câncer e distúrbios do sistema nervoso centra

Confira, abaixo, os 10 alimentos que mais possuem agrotóxicos acima do permitido, segundo último levantamento da Anvisa, divulgado em 2013, e comece a considerar o consumo de orgânicos.

1. PIMENTÃO Número de amostras analisadas: 213 (100%) Número de amostras reprovadas: 190 (89%)

2. MORANGO Número de amostras analisadas: 211 (100%) Número de amostras reprovadas: 125 (59%)

3. ALFACE Número de amostras analisadas: 134 (100%) Número de amostras reprovadas: 58 (43%)

4. PEPINO Número de amostras analisadas: 264 (100%) Número de amostras reprovadas: 111 (42%)

5. ABACAXI Número de amostras analisadas: 210 (100%) Número de amostras reprovadas: 86 (41%)

6. CENOURA Número de amostras analisadas: 229 (100%) Número de amostras reprovadas: 75 (33%)

7. LARANJA Número de amostras analisadas: 227 (100%) Número de amostras reprovadas: 63 (28%)

8. UVA Número de amostras analisadas: 208 (100%) Número de amostras reprovadas: 56 (27%)

9. MAMÃO Número de amostras analisadas: 191 (100%) Número de amostras reprovadas: 38 (20%)

10. TOMATE Número de amostras analisadas: 151 (100%) Número de amostras reprovadas: 18 (12%)