Animais

Veterinário promove comboios para resgatar animais abandonados na Ucrânia por conta da guerra

Desde 24 de fevereiro, quando a Rússia invadiu oficialmente a Ucrânia e deu início a uma nova guerra no mundo, cerca de 4,5 milhões de ucranianos já fugiram do país, segundo dados do Acnur, a Agência da ONU para Refugiados. Desses, muitos acabaram deixando para trás seus animais de estimação!

O fenômeno, infelizmente, é muito comum durante situações de conflito. Sem saber se animais serão aceitos nos lugares para onde estão indo buscar refúgio, muitos abandonam seus bichos de estimação.

Na Síria, por exemplo, onde a guerra já acontece há 11 anos, até hoje um grupo de voluntários atua resgatando animais que são deixados para trás por fugitivos do conflito.

Para evitar que a situação tome a mesma proporção na Ucrânia, desde março, o veterinário polonês Jakub Kotowicz, por meio de sua organização ADA Foundation, está promovendo comboios para resgatar bichos que foram abandonados por seus tutores nas regiões de guerra do país. Junto com um grupo de voluntários, ele cruza a fronteira em busca dos animais, sobretudo na cidade de Lviv, uma das que sofreu ataques por mísseis russos.

Os bichos encontrados recebem os primeiros cuidados de emergência, são estabilizados e então levados para o outro lado da fronteira, onde foi montado uma espécie de hospital de campanha para recebê-los. De lá, são encaminhados para abrigos locais parceiros onde ficam disponíveis para adoção responsável.

Segundo a equipe de Kotowicz, os animais que chegam em melhor condição estão estressados, desidratados, desnutridos e com hipotermia, devido às baixas temperaturas da região no momento. Ainda assim, a grande maioria consegue sobreviver. Entre os resgatados estão cães, gatos e até um cabrito. O time já foi, inclusive, solicitado para resgatar bichos que viviam no zoológico da cidade.

Um pinguinho de amor em meio às tantas atrocidades dessa guerra…

LEIA TAMBÉM:
O casal de veterinários ucranianos que está acolhendo animais que são deixados para trás por fugitivos da guerra

Débora Spitzcovsky

Especialista em Sustentabilidade, com foco em Engajamento e Desenvolvimento Local, Débora é jornalista e cofundadora de The Greenest Post

Leave a Comment
Compartilhe
Publicado por
Débora Spitzcovsky

Posts recentes

Painéis solares autorregenerativos podem ser o futuro da tecnologia fotovoltaica

Uma das grandes vantagens do painel solar fotovoltaico é a sua longa vida útil de…

12 horas atrás

Mulheres da periferia vendendo cultura! ONG capacita mães solo para produzir livros de pano com retalhos

Professoras em uma escola pública do bairro Jardim Comercial, na zona sul de São Paulo,…

3 dias atrás

Pernambuco ganha miniusina solar para alimentar suas universidades. Economia já passou de 300 toneladas de CO2

Certamente, economizar energia é o principal motivo de todos os consumidores que instalam um sistema fotovoltaico,…

6 dias atrás

Brasileira de 18 anos recebe reconhecimento da Nasa por descoberta de novo asteroide

Apaixonada por Astronomia desde criança, a mineira Laysa Peixoto Sena Lage cresceu observando as estrelas.…

7 dias atrás

Conheça 1ª ciclovia da América Latina feita de plástico reciclado retirado do oceano

Quase uma tonelada de lixo plástico retirado do oceano. Essa é a matéria-prima da ciclovia…

1 semana atrás

Jovem do Paraná cria absorvente biodegradável feito com resíduos de colheita e ganha destaque internacional

Desde 2014, a dignidade menstrual é reconhecida pela ONU como um direito humano, mas oito…

2 semanas atrás