Intercâmbio do bem! Os estudantes que vem para o Brasil ensinar inglês em comunidades de baixa renda

Intercâmbio do bem! Os estudantes que vem para o Brasil ensinar inglês em comunidades de baixa renda
27 out 2015

Rússia, Canadá, Suécia… Na rede de escolas 4YOU2, há professores de todas as partes do mundo. São universitários que vêm ao Brasil a convite da empresa para ensinar inglês aos moradores de comunidades de baixa renda da capital paulista.

O trabalho não é voluntário, mas a remuneração de um salário mínimo não é o que atrai os jovens. Eles viajam para cá em busca de imersão culturale têm de sobra. É que os professores da 4YOU2 ficam hospedados dentro das próprias comunidades onde dão aulas, na casa de famílias locais. Em troca, as host families, como são chamadas, recebem R$ 300 da empresa, o que gera renda local.

Com pouco mais de três anos de existência, a 4YOU2 já faz sucesso – entre os professores, que enfrentam concorrência para vir ao Brasil ensinar pela escola, e entre os estudantes, que desembolsam sete vezes menos do que alunos de cursos de inglês regulares (uma vez que os educadores só recebem salário simbólico, o que barateia o valor das aulas). De quebra, os matriculados dão um upgrade no currículo, podendo concorrer a melhores oportunidades de trabalho.

Curtiu? Então, aí vai mais uma para te surpreender: seis dos professores da 4YOU2 são refugiados que, não fosse pela oportunidade de lecionar inglês na escola, estariam desempregados no Brasil, uma vez que não falam português. Legal, né?

A ideia do negócio social foi do estudante de Economia Gustavo Fuga, que quando criou o 4YOU2 tinha apenas 19 anos de idade e nunca havia trabalhado na vida. A prova viva de que, mais do que experiência, VONTADE é o segredo para fazer a diferença no mundo!

Assista, abaixo, ao documentário do Canal Futura sobre a iniciativa e inspire-se!



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Cofundadora do The Greenest Post, Débora Spitzcovsky é especialista em Sustentabilidade, com foco em Comunicação, Voluntariado e Desenvolvimento Local

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Curtiu nossa página?

RSS
Follow by Email
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram