Taxa perigosa de mercúrio é encontrada nos peixes que consumimos diariamente

Taxa perigosa de mercúrio é encontrada nos peixes que consumimos diariamente
28 mar 2016

A situação nos oceanos não está nada bonita! Estudo prevê que até 2050 terá mais lixo em nossos mares do que peixes. A poluição nas águas também reflete na qualidade do alimento que vem do mar para nossas mesas. Afinal, os animais marinhos que consumimos – como peixes e camarão – acabam ingerindo o lixo (muitas vezes, tóxico) que jogamos no mar. 

O Grupo de Estudos Ambientais dos Estados Unidos acompanhou a rotina de 254 mulheres que possuem o hábito de comer peixes e frutos do mar de duas a três vezes por semana e mediu a quantidade de mercúrio encontrado no seu organismo, para saber o quanto foram expostas à substância.

A conclusão é que 30% delas foram submetidas a situação de insegurança, segundo os níveis recomendados pela Agência de Proteção Ambiental americana. Comer peixe faz muito bem para a saúde, em especial para as mulheres gestantes, que encontram no ômega benefícios incríveis. Mas como recomendar o consumo desse tipo de alimento na atual situação dos nossos oceanos?

Assista, abaixo, ao vídeo feito pelos próprios pesquisadores para alertar a população sobre esse problema de saúde. 

Veja aqui o estudo na íntegra!

Foto: romanlily/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Olá

    Admirei muito este site.

    Beijos!

    Mariana no Jornal Netshoes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *