Categorias: Negócios

Supermercado comercializa hortaliças orgânicas produzidas em projeto social

Como forma de incentivar transformações positivas na sociedade, o Pão de Açúcar começa a comercializar legumes e verduras orgânicas produzidos pela Horta Social Urbana, projeto que promove a formação profissional de pessoas em situação de rua em Horta Social Urbana. Hortaliças como alecrim, almeirão, alface, salsinha, cebolinha, couve, escarola e beterraba, cultivadas por meio do projeto, já estão disponíveis na unidade do Pão de Açúcar localizada na avenida Ricardo Jafet, em São Paulo.

A Horta Social Urbana, projeto criado e idealizado pela organização ARCAH, em 2018, capacita profissionalmente pessoas em situação de rua por meio de técnicas de agricultura urbana com práticas agroecológicas, promovendo seu fortalecimento e reintegração social. O projeto, apoiado pelo Pão de Açúcar, por meio do Instituto GPA, desde seu início, é dividido em duas frentes: a social, que oferece os cursos profissionalizantes às pessoas em situação de rua; e a comercial, onde os profissionais, alguns deles ex-alunos do curso, são contratados para o cultivo dos alimentos.

A seleção dos participantes do curso é realizada em centros de acolhimento da cidade de São Paulo. Durante a sua realização, que tem duração de três meses, os alunos recebem auxílio transporte, alimentação, uniforme, atendimentos terapêuticos e psicológicos, além da formação em agroecologia.

Até o início da pandemia da Covid-19, 78 alunos foram formados pelo projeto, onde mais de 30% já retornaram ao mercado de trabalho, seja através da rede de contatos fornecida pelos parceiros do projeto ou contratados pela Horta Comercial. Durante esse período, cursos para novos alunos foram suspensos, mas atendimentos telepresenciais continuam acontecendo nos centros de acolhida de São Paulo.

“Investir em um projeto como a Horta Social Urbana é uma forma do Pão de Açúcar colaborar ativamente não só para a reintegração social de pessoas em situação de vulnerabilidade, mas também no fomento de cadeias produtivas mais saudáveis e sustentáveis. Dessa forma, geramos impacto social positivo, oportunidades para quem precisa e ampliamos a oferta de alimentos mais saudáveis e sustentáveis para nossos clientes”, diz Susy Yoshimura, Diretora do Instituto GPA.

“Essa é uma parceria extremamente importante para a ARCAH, pois vai possibilitar a chegada dos nossos produtos no consumidor em geral. Cada uma das hortaliças colhida tem um significado muito importante para os nossos educandos e vê-las nas gôndolas é a realização de um sonho para eles”, afirma Rodrigo Leite, presidente da ARCAH.

Além do Pão de Açúcar, por meio do Instituto GPA, a iniciativa também conta com o apoio de diversos patrocinadores, como a Fundação Banco do Brasil, Eletropaulo e Aktuellmix.

Vale salientar que todos os produtos passam por um protocolo rigoroso de higienização das hortaliças, garantindo o consumo seguro e a produção 100% livre de agrotóxicos.

Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Leave a Comment
Compartilhe
Publicado por
Redação

Posts recentes

Projeto “Horta da Família” garante independência financeira e segurança alimentar a moradores de Rio Doce

Lançado em 2018 no município de Rio Doce, em Minas Gerais, o projeto “Horta da…

2 semanas atrás

Precisando de um novo passatempo na quarentena? Marca lança kit de artesanato para estimular consumo consciente

Com 6 meses de isolamento social, muitos de nós aprendemos a cozinhar receitas novas, criamos…

2 semanas atrás

Conheça os 4 melhores países do mundo para ciclistas

A pandemia do novo coronavírus trouxe a necessidade do isolamento para conter o avanço da…

2 semanas atrás

Cerrado: brincar na natureza traz benefícios para a saúde das crianças

No dia 11 de setembro comemora-se o Dia Nacional do Cerrado. O bioma abriga cerca…

3 semanas atrás

Jovens criam projeto para adaptar parques públicos do RJ para crianças com deficiência

Uma missão nada fácil, mas muito gratificante. Três jovens do Rio de Janeiro se uniram…

3 semanas atrás

Poluição do ar provoca 7 milhões de mortes prematuras todos os anos, alerta ONU

Por ONU As Nações Unidas alertaram nessa segunda-feira (7) que, em todo o mundo, nove…

3 semanas atrás