Site coloca refugiados em contato com pessoas dispostas a recebê-los em casa

Site coloca refugiados em contato com pessoas dispostas a recebê-los em casa
09 set 2015

Todos os dias, milhares de mulheres, homens e crianças se lançam ao mar em busca de novas terras para fugir da violência dos conflitos armados que ameaçam suas vidas. Todos os dias, centenas de imagens rodam o mundo retratando o desespero dessas travessias pela sobrevivência, que já mataram milhares de pessoas no Oriente Médio e na África.

Sensibilizado com o problema, o casal de alemães Jonas Kakoschke e Mareike Geiling inventou uma maneira de ajudar a combatê-lo: a plataforma Refugees Welcome, que une refugiados a pessoas dispostas a recebê-los em suas próprias casas.

Funciona assim: os alemães que querem ajudar se cadastram no site, assim como os refugiados que precisam de abrigo. A plataforma, então, faz a ponte entre os dois, com a ajuda de uma organização especializada em ajudar refugiados. Simples e eficaz, não?

Há, ainda, a possibilidade de ajudar com doações em dinheiro que são usadas para financiar a estadia de um refugiado na casa de alguém que possui espaço, mas não têm condições financeiras para receber um hóspede.

A iniciativa já ajudou mais de 130 refugiados a sair de seus países e está inspirando moradores de outras nações europeias, como a Áustria, a criar plataformas semelhantes. Um pinguinho de esperança em meio a tanta desumanidade.

Foto: Divulgação/Refugees Welcome



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Cyntia Morillas Marques Gonçalves Diz: abril 7, 2017 at 12:53 am

    como adotar. trazer para o Brasil criancas da Síria. Para tira-las dessa guerra.Desse terror.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *