Rock in Rio gera 162,2 toneladas de lixo – sendo 96,3 de materiais potencialmente recicláveis

Rock in Rio gera 162,2 toneladas de lixo – sendo 96,3 de materiais potencialmente recicláveis
30 set 2019

A estratégia da Comlurb para coletar o máximo possível de materiais potencialmente recicláveis funcionou plenamente no fechamento da primeira semana de Rock in Rio com limpeza sustentável. No domingo, (29/09), a Companhia removeu 58,4 toneladas de resíduos da área interna, sendo 13 de orgânicos e 45,4 de materiais potencialmente recicláveis, quase 80% dos resíduos coletados. Na área externa, foram 3,7 toneladas de lixo não segregados. O total coletado foi de 62,1 toneladas, 16,7 toneladas de orgânicos e 45,4 toneladas de materiais potencialmente recicláveis. Somando as três noites do Rock in Rio e mais o evento-teste realizado no dia 24/09, já são 162,2 toneladas, sendo 65,9 toneladas de orgânicos e 96,3 toneladas de recicláveis.

A Comlurb está destinando os resíduos potencialmente recicláveis para os catadores cooperativados credenciados pela Companhia nas centrais de triagem em Irajá e Bangu. Durante o evento, uma equipe da Coleta Seletiva está realizando a triagem do material em pontos estratégicos para aumentar o percentual de resíduos recicláveis.

Os resíduos orgânicos estão sendo levados ao EcoParque do Caju, da Comlurb, para serem utilizados na Unidade de Biometanização, onde serão transformados em biogás para geração de energia, biocombustível ou condicionador de solos, e para compostagem, e os rejeitos destinados à empresa Usina Verde, pioneira no Brasil no desenvolvimento tecnológico para a recuperação de resíduos sólidos, para incineração e transformação em energia.

O público nessa edição tem se mostrado muito educado. O Programa Lixo Zero, que atuou no entorno do Parque Olímpico, multou apenas 10 pessoas no primeiro fim de semana de festival, uma por urinar em vias públicas e nove pelo descarte irregular de pequenos resíduos.

A Comlurb foi contratada pelo segundo ano para executar o serviço de limpeza, coleta e dar a destinação final adequada aos resíduos gerados na fase de montagem, durante o evento e desmontagem. A Companhia disponibilizou 1.143 garis e 158 agentes de limpeza urbana para executar os serviços de varrição e limpeza das áreas de circulação do público, VIP, arenas 2,3 e velódromo, palcos e camarins, além de banheiros e postos de saúde.

Os garis estão atuando na parte interna em três turnos, com o apoio de 18 caminhões compactadores, um caminhão gaiola, quatro caminhões pipa, um mini basculante, duas varredeiras, 19 vans e 58 sopradores. Foram colocados na área interna 2.000 contêineres, sendo 1.000 com adesivos azuis para orgânicos e 1.000 com identificação na cor verde para os resíduos potencialmente recicláveis para o descarte correto de lixo. Na área externa, atuam mais 169 garis também em três turnos, com o apoio de nove veículos, incluindo caminhões compactadores e pipa, além de 30 sopradores. A área externa conta com 160 contêineres.



Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *