Categorias: Tecnologia

Nada de gastar com ar-condicionado! A película que custa centavos e promete refrigerar as casas no verão (sem eletricidade)

Já noticiamos aqui, no The Greenest Post, um sistema simples de ar-condicionado, feito com garrafas PET, que promete resfriar as ambientes sem gastar energia. Agora, dois engenheiros da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, desenvolveram uma solução ainda mais simples: trata-se de uma película – tecnológica e sustentável! – que substitui o ar-condicionado.

Anunciada na revista Science, a invenção de Ronggui Yang e Xiabo Yin tem a mesma eficiência dos aparelhos que usamos hoje, com a diferença de que não necessita de energia elétrica e nem de gases de refrigeração para funcionar. Basta instalar a película – feita de vidro e plástico – no telhado da casa e ela promete refletir a luz solar, evitando o aquecimento.

Segundo os fabricantes, o poder de refrigeração da tecnologia é de 93 watts por metro quadrado, em caso de incidência solar – e, de noite, o efeito é ainda maior por conta da ausência do sol! Os pesquisadores garantem que 20 metros quadrados de película são suficientes para manter a temperatura de uma casa em 20°C num dia em que os termômetros marcam 37°C. Aí sim!

E o melhor ainda não contamos: o material, quando estiver à venda, deve ter custo de produção de cerca de US$ 0,50 por metro quadrado. Ou seja, acessível a boa parte da população.

Pode vir, verão… Estamos prontos!

Foto: Divulgação

Mattheus Goto

Estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, repórter na COP 23, estagiário no The Greenest Post e apaixonado por música, arte e histórias de vida.

Leave a Comment

Veja Comentários

  • agora resta saber onde contratar os equipamentos (recursos humanos) para fazer a instalação em nossas casas.

  • Esse material está disponível no mercado? Existe também um manual de instalação?

    • Esta película deve funcionar como um "Peltier"? (Não sei como escreve). Mesmo assim como foi dito em outros comentários, o calor vem de outras fontes também, inclusive pessoas, equipamentos eletrônicos, etc... Não vejo como isso deve funcionar e resfriar tanto assim.

  • Jogada de marketing sem o menor fundamento científico, já existem diversos isolantes térmicos muito eficientes para telhados, lajes e forros mas não resolvem o problema porque o calor no interior de uma casa não é proveniente apenas da insolação direta sobre a cobertura, ele se irradia também pelas paredes através da insolação e pelas portas e janelas através do ar e até mesmo através do solo por transferência térmica.

  • Uma pena aqui no Brasil vai ser uma fortuna. Vcs acreditam que isso aqui vai chegar a preço acessível para a população???

  • Totalmente de acordo.Sempre aparecem milagreiros com grande poder de marketing.
    Guilherme francisco Botana - Engº Mecânico

Compartilhe
Publicado por
Mattheus Goto

Posts recentes

Amazônia registra recordes de focos de calor em julho

No dia 30 de julho, a Amazônia registrou mais um triste recorde: 1.007 focos de…

6 dias atrás

Supermercado comercializa hortaliças orgânicas produzidas em projeto social

Como forma de incentivar transformações positivas na sociedade, o Pão de Açúcar começa a comercializar…

6 dias atrás

Pessoas físicas agora podem contratar plano de assinatura de energia solar

Residenciais e produtores rurais mineiros poderão, a partir de agosto, contratar o serviço de Energia…

6 dias atrás

Tecnologia consegue transformar couro em fertilizante orgânico

Há dez anos a ILSA trouxe para o Brasil toda a tecnologia da sua matriz…

1 semana atrás

214 lojas de Magazine Luiza serão abastecida por energia solar

A GreenYellow fechou recentemente com o Magazine Luiza um acordo para o fornecimento de energia…

1 semana atrás

Brasil é o 25º país do mundo com mais energia solar centralizada

Segundo os dados do estudo anual da Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), o país…

1 semana atrás