Categorias: Ambiente

O instrutor de paramotor que espalha sementes durante seus voos para reflorestar região onde mora em SP

Seja por fotos ou vídeos, registros de desmatamento incomodam a todos nós. Mas imagina, todos os dias, olhar ao vivo e em cores para as suas consequências? Marcelo Oliveiramais conhecido como Marcelo Glider – é piloto e instrutor de paramotor e vive essa situação na pele.

Incomodado com as vastas áreas sem vegetação, que enxerga durante seus voos de paramotor, ele decidiu aproveitar que vive nas alturas para espalhar sementes por essas regiões e, assim, ajudar a reflorestar a cidade de Araçatuba, onde vive.

O município está de fato precisando! Localizado no interior de São Paulo, ele já sofre há alguns dias com uma crise hídricaque, todos sabemos, tem relação direta com o desmatamento.

LEIA TAMBÉM:
Indiano planta sozinho floresta do tamanho de 800 campos de futebol
Reflorestar todo o território brasileiro custaria R$ 3,7 bi por ano
Drones semeiam áreas desmatadas em distância ideal para que brotem novas árvores

Não por acaso, as sementes escolhidas por Marcelo para reflorestar Araçatuba são de ipê. Ele as recolhe no chão das ruas do seu bairro, São Rafael, que tem vários pés dessa árvore. Daí, as coloca em saquinhos, que despeja lá do alto, durante seus voos de paramotor, nas regiões sem vegetação que ficam às margens do ribeirão Baguaçu e dos córregos da zona rural do município.

As semeaduras começaram no final deste mês de setembro e, se vão dar certo e de fato reflorestar a região, Marcelo ainda não sabe. Mas estamos na torcida!

De qualquer forma, apenas por decidir fazer algo a respeito e conseguir conscientizar a população sobre a situação de devastação que enxerga todos os dias durante seus voos, ele já está prestando um serviço e tanto à cidade. Alguém discorda?

Foto: Reprodução/YouTube

Débora Spitzcovsky

Cofundadora do The Greenest Post, Débora Spitzcovsky é especialista em Sustentabilidade, com foco em Comunicação, Voluntariado e Desenvolvimento Local

Leave a Comment
Compartilhe
Publicado por
Débora Spitzcovsky

Posts recentes

O que a moda tem a ver com a poluição marinha?

Um aspecto da poluição marinha nem sempre tão difundido refere-se aos impactos da moda nos…

11 horas atrás

Projeto oferece oficinas de profissionalização para mulheres no Ceará

Neste mês celebramos o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza, data para reconhecer a luta…

11 horas atrás

Fontes de energia renováveis estão cada vez mais baratas que o carvão

A consecutiva queda dos preços das tecnologias de geração elétrica movidas por fontes de energia…

2 dias atrás

Dia das Crianças: visite de forma virtual as exposições Planeta Inseto e Museu de Pesca

A restrição de visitas a museus devido à pandemia do novo coronavírus não impedirá que…

2 semanas atrás

Virada Sustentável chama atenção para volume de descarte de lixo provocados pelo consumo inconsciente

A 10ª edição da Virada Sustentável SP ocorre pela primeira vez em modelo híbrido: físico…

2 semanas atrás

Voluntários constroem escola 100% sustentável na periferia de SP com 2.5 milhões de embalagens recicladas

A iniciativa é impressionante e reúne tudo o que tem de melhor de conceitos sobre…

2 semanas atrás