Categorias: Lixo

No Paraná, cidadãos podem trocar recicláveis e pneus usados por frutas, verduras e legumes frescos

A cidade de Ponta Grossa, no Paraná, encontrou uma maneira para lá de incrível de incentivar a população a descartar pneus usados de forma correta. A destinação do resíduo é um desafio no município, onde é possível ver os pneus jogados a céu aberto em qualquer lugar. Mas o cenário promete mudar graças ao programa Feira Verde, que convida os moradores a trocar pneus usados por frutas, verduras, legumes, ovos e mel.

Para participar é superfácil e não precisa nem de inscrição! Basta acessar o site da iniciativa e conferir o cronograma com as datas e locais onde a Feira Verde estará montada. A troca por alimentos pode ser feita com pneus usados ou ainda com materiais recicláveis. A única regra é que cada morador leve até 20 quilos de resíduos para fazer o escambo. Assim tem para todo mundo!

E para deixar tudo mais bacana, 100% dos produtos oferecidos na feira são cultivados por produtores locais que praticam agricultura familiar. E mais: os resíduos coletados por meio da iniciativa são destinados a quatro associações de catadores de materiais recicláveis. Assim, numa tacada só, a cidade resolve o problema da destinação incorreta de resíduos, incentiva hábitos de alimentação mais saudáveis entre a população e fomenta os mercados da reciclagem e da agricultura familiar. É ou não é uma iniciativa e tanto para ser replicada pelo resto do Brasil?

Em Ponta Grossa, o projeto já faz sucesso: mais de 13 mil pessoas participaram da Feira Verde em 2017 e 136 produtores locais foram beneficiados. Palmas para o Paraná!

Foto: Divulgação

Débora Spitzcovsky

Cofundadora do The Greenest Post, Débora Spitzcovsky é especialista em Sustentabilidade, com foco em Comunicação, Voluntariado e Desenvolvimento Local

Leave a Comment

Veja Comentários

  • Em jaguariaiva PR... também tem esse tipo de troca... muito interessante isso...

  • Boa noite!!
    Achei interessante a ideia de trocar licho reciclável por comida,essa ideia deveria abranger outros municípios ex.Jardim Alegre PR.
    Moro num assentamento e temos muito lixo:eletrônico,garrafas de vidro,.atenciosamente

Compartilhe
Publicado por
Débora Spitzcovsky

Posts recentes

Energia solar mantém crescimento e fica mais atrativa para brasileiros em 2020

Por muitos anos, o governo brasileiro ignorou o potencial da energia solar como fonte limpa,…

11 horas atrás

5 fatores que influenciam no preço final do seu projeto de energia solar

Economizar na conta de luz é uma realidade para cada vez mais brasileiros que instalam…

5 dias atrás

Os 5 Principais Motivos Pelos Quais Todos Querem Energia Solar

Gerar a própria energia elétrica é a vontade da grande maioria dos consumidores brasileiros. Segundo…

2 semanas atrás

Países podem ser 100% alimentados por energia limpa, segundo IRENA

Segundo a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), é possível alcançar um setor elétrico mundial…

4 semanas atrás

11 toneladas de produtos orgânicos são doados para moradores de Paraisópolis

A Enel Distribuição São Paulo está doando 11 toneladas de produtos orgânicos – verduras e…

4 semanas atrás

Jornada de Agrofloresta: como plantar comida sem veneno e regenerar a Natureza

A Agrofloresta é considerada a agricultura do futuro. É uma nova forma de cultivar alimentos…

1 mês atrás