Nestlé doa triciclos elétricos para catadores de recicláveis em São Paulo

Nestlé doa triciclos elétricos para catadores de recicláveis em São Paulo
20 jul 2020

A Nestlé anunciou um projeto piloto com o uso de triciclos elétricos por catadores de recicláveis em São Paulo. Serão doadas quatro unidades para essa fase experimental com catadores que atuam por meio do app Cataki. O modelo foi desenvolvido especialmente para a coleta e prioriza o espaço para os recicláveis, com um cesto aramado que comporta até 150 kg de carga, além de todas as sinalizações de segurança, como buzina, retrovisor e adesivos refletores nas laterais e na traseira. Os catadores utilizarão kits de segurança, como capacete, luvas, camisetas, calças e coletes com faixa refletiva, além itens de prevenção ao Covid-19, entre eles álcool em gel, álcool líquido, borrifador e máscaras.

“Nesse ano, em razão do atual cenário e da inviabilidade de promover alguma ação na rua para marcar a data, a decisão foi fortalecer os catadores, que são os responsáveis pela coleta na cidade, onde começa a conscientização em prol do meio ambiente e da proteção dos oceanos. Essa doação dos primeiros triciclos antecede um projeto maior para mudar a realidade dos catadores de recicláveis”, diz Taissara Martins, gerente de Criação de Valor Compartilhado da Nestlé Brasil.

Essa doação simbólica é o pontapé inicial em uma ação maior para motorizar os catadores, auxiliando no dia a dia da categoria. No mesmo dia, a Nestlé anuncia a entrada no projeto Carroças do Futuro, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Pimp my Carroça e Instituto Clima e Sociedade, como apoiadora e financiadora. O objetivo é a criação de um protótipo de triciclo adaptado, baseado no uso de energia renovável, baixo custo e potencial de escalabilidade, de forma a prevenir e mitigar os problemas de saúde dos catadores, favorecendo também a geração de renda. Está em desenvolvimento também o aprimoramento de um primeiro protótipo, feito em 2019, uma carroça com motor elétrico movido a energia solar. Ambos serão entregues até o fim deste ano.

“Os catadores coletam cerca de 90% de tudo que é reciclado no Brasil e precisamos cuidar para que trabalhem em condições melhores. Essa doação de hoje é um passo importante para um projeto muito mais amplo que pode mudar a realidade dos catadores nas ruas e, com isso, beneficiar toda a sociedade, pois temos um papel primordial na questão ambiental”, diz Mundano, fundador do Pimp my Carroça.

A Nestlé assumiu um compromisso global de tornar 100% de suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis até 2025. A Companhia investiu mais de R﹩ 200 milhões em sua jornada de sustentabilidade nos últimos três anos, o que inclui iniciativas como alterações em embalagens, apoio a parceiros da cadeia de coleta e ações de conscientização dos consumidores.Hoje, cerca de 90% das embalagens da Nestlé no Brasil estão prontas para serem recicladas dentro da realidade atual da cadeia de reciclagem do país.



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Curtiu nossa página?

RSS
Follow by Email
YouTube
LinkedIn
Share
Instagram