Categorias: Clima

Ano de 2019 registrou o mês de junho mais quente da história

Após a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOOA) divulgar que junho deste ano foi o mais quente já registrado, a Organização Meteorológica Mundial (OMM) chamou atenção para os riscos das temperaturas elevadas e seus impactos para as calotas polares dos Hemisférios Norte e Sul — onde foram registrados recordes de derretimento.

“As temperaturas da superfície terrestre e marinha foram as mais altas (já) registradas. Nove dos dez ‘junhos’ mais quentes ocorreram desde 2010”, afirmou a porta-voz da OMM, Claire Nullis, em coletiva de imprensa na sexta-feira passada (19).

De acordo com a representante da agência da ONU, junho de 2019 também foi o 414º mês consecutivo com temperaturas acima das médias registradas no século XX. Ao longo do mês passado, foram identificadas ondas de calor no oeste e no centro da Europa, com temperaturas até 10° C acima do normal. Na França, o serviço meteorológico nacional registrou uma máxima de 46° C no sul do país.

“As temperaturas foram notavelmente superiores à média na ilha de Baffin, no norte da Sibéria (onde incêndios florestais continuam) e em algumas partes da Antártida. Outras regiões com temperaturas substancialmente superiores ao normal incluem a Groenlândia, o Alasca e partes da América do Sul, África e Ásia. A Índia e o Paquistão tiveram uma onda de calor severa na primeira parte do mês, antes do início das monções”, explicou Claire.

Nenhuma parte do planeta Terra teve recordes de frio entre janeiro e junho de 2019. A porta-voz da OMM ressaltou, porém, que as temperaturas são apenas “uma parte da história”.

“De acordo com uma análise realizada pelo Centro Nacional de Dados de Neve e Gelo, em junho, foi registrada a segunda menor extensão de gelo marinho na Ártico em (todos os) 41 anos que se têm registros, atrás (somente) do mínimo histórico identificado em junho de 2016. O gelo marinho antártico também foi o mais baixo (já registrado)”, afirmou Claire.

A temperatura média entre janeiro e junho de 2019 é a segunda mais alta no acumulado de 140 anos. Os números são superados apenas pelos de 2016.

Os desvios da média para o alto do termômetro foram registrados sobretudo em regiões do Hemisfério Norte — especificamente no Alasca, no oeste do Canadá e no centro da Rússia. Mas o calor também bateu recordes na porção sul da África, na Nova Zelândia, em Madagascar e no centro da América do Sul.

Já os desvios para baixo mais significativos foram identificados nos estados da fronteira entre EUA e Canadá.

Foto: Banco Mundial/Curt Carnemark

Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Compartilhe
Publicado por
Redação

Posts recentes

26 resoluções sustentáveis para um ano realmente novo (e melhor)

1. Juntar tampinhas para o programa de reciclagem Tampinha Legal 2. Usar ecobag SEMPRE que for fazer compras, para não…

2 semanas atrás

O hospital australiano que já salvou a vida de milhares de animais vítimas dos incêndios florestais

“Uma vida por vez!” Este é o lema do Australia Zoo Wildlife Hospital, um dos maiores hospitais de vida selvagem…

3 semanas atrás

Cidade de SP adota tarifa zero para ônibus – e ainda aumenta frota e número de linhas

É isso mesmo: o sonho de ter transporte público de qualidade DE GRAÇA está prestes a virar realidade para os…

3 meses atrás

Cidade de São Paulo assina compromisso global para prevenir poluição plástica

A Fundação Ellen MacArthur, em parceria com a ONU Meio Ambiente, divulgou relatório que aponta os avanços nos esforços globais…

3 meses atrás

Mulheres catadoras são contratadas para coletar lixo plástico usado para fazer tijolos que constroem escolas na África

Sabe aquelas iniciativas que parecem amarrar todas as pontas para fazer do mundo um lugar melhor? A empresa Conceptos Plásticos…

3 meses atrás

Casal de brasileiros recupera floresta do tamanho de mais de mil campos de futebol em MG

1.754 acres ou, para ficar mais fácil de entender, a área de 1.002 campos de futebol oficiais. Este é o…

3 meses atrás