Jovem de 21 anos desenvolve tecnologia que promete recolher todo o plástico do Oceano Pacífico

Jovem de 21 anos desenvolve tecnologia que promete recolher todo o plástico do Oceano Pacífico
18 fev 2016

O cenário não é favorável para os oceanos. Segundo estudos recentes, se mantivermos o ritmo atual, até 2050 terá mais plástico do que peixe em nossas águas. Algo precisa ser feito para reverter este cenário, certo? Foi por isso que o jovem holandês Boyan Slat, então com apenas 19 anos, resolveu lançar uma vaquinha online para construir uma tecnologia capaz de limpar o oceano.

Conhecida como The Ocean Cleanup, a ideia é limpar em 10 anos, pelo menos, metade do Oceano Pacífico (onde se concentra a maior parte dos resíduos plásticos descartados incorretamente pelo ser humano). O plano é construir uma barreira flutuante que aproveita as correntes marítimas para bloquear o lixo encontrado nas águas. A iniciativa, lançada em fevereiro de 2013, já ganhou o apoio de pesquisadores e ambientalistas de todo o mundo.

Em setembro de 2014 foram arrecadados 2,2 milhões de dólares por meio de financiamento coletivo. 38 mil pessoas de 160 países diferentes colaboraram para que a ideia saísse do papel. O dinheiro tornou possível a construção do protótipo de 2 quilômetros de barreira (cerca de 2% do necessário para limpar o Pacífico inteiro), que ficou pronto em maio de 2015 e está localizado em uma ilha japonesa chamada Tsushima.

Assista, abaixo, ao vídeo que resume a jornada do jovem. Isso é que é fazer a diferença no mundo, não?



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Artemísia Pessoa Manso Diz: julho 4, 2016 at 1:31 pm

    Aqui pensando… Se fossem colocadas barreiras destas em pontos estratégicos em rios que banham nossas cidades reduziria muito a poluição dos mesmos e indiretamente dos oceanos…
    #mundoverde
    #águalimpaem2050
    #despoluirrios
    #recursoshídricos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *