Faculdade brasileira lança primeira pós-graduação em nutrição vegetariana

Faculdade brasileira lança primeira pós-graduação em nutrição vegetariana
30 jun 2016

A forma como nos alimentamos (e de que jeito ela impacta em nossa saúde e na saúde do planeta) é uma preocupação cada vez maior da sociedade moderna. Dietas alimentares como o vegetarianismo, veganismo e crudivorismo ganham cada vez mais espaço e, com elas, surge a necessidade de profissionais capacitados para orientar os adeptos desses movimentos.

De olho nessa tendência, a Faculdade de Santa Helena, localizada em Recife, lança a primeira pós-graduação do Brasil focada em nutrição vegetariana. Voltado para nutricionistas, médicos e demais profissionais da área da saúde, o curso foi montado em parceria com a Sociedade Vegetariana Brasileira.

Entre as disciplinas da especialização estão:
– Nutrição vegetariana para atletas;
– Nutrição vegetariana para gestantes e crianças;
– Interpretação de exames;
– Planejamento de cardápio;
– e Práticas fitoterápicas integrativas. Todas ministradas por especialistas no assunto!

E, se você mora longe, uma boa notícia: com duração de um ano e meio, o curso terá aulas sempre aos fins de semana e uma única vez no mês. Assim já facilita um pouco a participação daqueles que não moram na cidade de Recife.

Animou? Mais informações podem ser obtidas por e-mail (fsh@fsh.edu.br).

Quem aí gostaria de fazer parte da lista de chamada?



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Silvia Fernanda T de Oliveira Diz: julho 1, 2016 at 8:53 pm

    Adorei essas notícias !!!

  2. Delly scarinci Diz: julho 4, 2016 at 3:18 pm

    Maravilhoso! Esse é o futuro!

  3. Jane S. Fernandes Diz: julho 6, 2016 at 12:17 am

    Eu quero fazer esse curso!!!!

  4. Bernadete Lobato Diz: julho 15, 2016 at 7:06 pm

    Eu quero fazer esse curso

  5. Muito bom! Melhor ainda se disponibizassem o curso através do método e-learning, dando oportunidade a muito mais pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *