Empresa doa dinheiro inesperado por corte de impostos dos EUA para preservação ambiental – total de U$ 10 M

Empresa doa dinheiro inesperado por corte de impostos dos EUA para preservação ambiental – total de U$ 10 M
30 dez 2018

O Trump anunciou o corte de taxas federais, que resultou em maior lucro para grande parte das empresas americanas – principalmente as empresas de petróleo e gás, que se beneficiaram fiscalmente na casa dos bilhões de dólares. Com a notícia, a empresa americana Patagonia resolveu fazer sua parte e doou os 10 milhões de dólares inesperados para iniciativas de preservação ambiental.

A CEO da empresa, Rose Marcario, se pronunciou no LinkedIn sobre a iniciativa da empresa em nota. “Por conta do corte irresponsável nas taxas, Patagonia irá dever menos em impostos esse ano – U$ 10 milhões a menos para ser exata. Em vez de colocar esse dinheiro de volta na empresa, vamos devolver para o planeta. Nosso planeta hospedeiro precisa disso mais do que nós”, explicou.

Leia também: Empresário suíço doará U$ 1 BILHÃO para proteger a natureza

“Impostos são importantes para proteger o que temos de mais valioso em nossa sociedade: solo e outros recursos naturais. Ao cortar essas taxas, Trump está colocando em risco a preservação do meio ambiente”, acredita Rose.

Organizações que protegem o ar, a terra, a água e o clima receberão o montante para financiar suas atividades. A empresa acredita que além do impacto negativo que as mudanças climáticas estão causando para pessoas no mundo inteiro, ainda trará um déficit financeiro de bilhões de dólares para o governo americano – citando o estudo da Avaliação Nacional do Clima, que reúne obra de mais de 300 cientistas.

Enquanto isso, o governo americano continua negando a existência de mudanças climáticas. “Eu não acredito”, afirma Trump, quando o assunto é aquecimento global.

Foto: Divulgação/Patagonia



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *