Mobilidade

Conheça os 4 melhores países do mundo para ciclistas

A pandemia do novo coronavírus trouxe a necessidade do isolamento para conter o avanço da doença. No Brasil, e em muitos lugares do mundo, alguns pontos já tiveram a quarentena flexibilizada. Todavia, os cuidados para diminuir o contágio continuam: uso da máscara, higienização das mãos e evitar aglomerações são alguns dos principais cuidados. Por isso, quem precisa ir ao trabalho e/ou retornar aos estudos optam pelos novos modais: bicicletas, patinetes e até skates elétricos. Os adeptos pelos meios de transporte que são sustentáveis e ainda fazem bem a saúde só aumentam.

Porém, Em São Paulo, o número de ciclistas mortos no trânsito subiu 63,6% em 2019 (Dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito de São Paulo). Fora 36 vítimas contra 22, em 2018. Para Juliana Queissada, CEO do Queissada Comunicação , “Isso é reflexo do despreparo das vias, falta de orientação para trafegar e ausência de sinalização. Que não acompanha o aumento da demanda pelo uso das bikes, precisamos investir em mais estruturas das cidades para receber os ciclistas”.

Ela ainda destaca que, a maior cidade brasileira não apresenta números favoráveis e seguridade para os adeptos aos novos modais há lugares do mundo que permanecem no ranking como melhores locais para os turistas explorarem de bike. E cita o último ranking apresentado que foi feito pela companhia – Copenhagenize Design Company – e mostra as melhores cidades para os ciclistas.

Pensando nisso, Juliana Queissada, CEO do Queissada Comunicação elaborou dicas sobre os 4 primeiros países para você explorar de bicicleta após a pandemia:

1) Dinamarca

Copenhague, capital da Dinamarca, é a cidade que ocupou o primeiro lugar no ranking. Com alto aporte em investimentos sustentáveis é fácil transitar pelos seus bairros e conhecer mais do famoso centro histórico com os seus palácios e castelos de deslumbrar os olhos.

2) Holanda

O país ocupa o segundo e o terceiro lugar do pódio. Com as cidades de Amsterdã e Utrecht, respectivamente. Amsterdã é famosa por sua facilidade urbana para as bikes, já Utrecht não era tão conhecida nas bikes. Utrecht investiu em inovação e figura o pódio de 2019. Com os seus canais e monumentos cristãos, conhecer Utrecht nos traz mais próximos da cultura medieval.

3) Bélgica

O país ocupa o ranking com a cidade de Antuérpia. Com uma ação municipal efetiva, a cidade recebe turistas e nativos para explorá-la com duas rodas. As margens do rio Escalda, a cidade é encantadora e conta com uma arquitetura flamenga renascentista. É como entrar em um livro de história.

4) França

Engana-se quem acha que o país ocupou os primeiros lugares com a sua capital. A principal cidade ciclista da França é Estrasburgo. Ela serviu e serve de exemplos para as demais cidades francesas na estrutura para receber ciclistas, sinalização e rede centralizada de cíclicos urbano.

Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Leave a Comment
Compartilhe
Publicado por
Redação

Posts recentes

Painéis solares autorregenerativos podem ser o futuro da tecnologia fotovoltaica

Uma das grandes vantagens do painel solar fotovoltaico é a sua longa vida útil de…

11 horas atrás

Mulheres da periferia vendendo cultura! ONG capacita mães solo para produzir livros de pano com retalhos

Professoras em uma escola pública do bairro Jardim Comercial, na zona sul de São Paulo,…

3 dias atrás

Pernambuco ganha miniusina solar para alimentar suas universidades. Economia já passou de 300 toneladas de CO2

Certamente, economizar energia é o principal motivo de todos os consumidores que instalam um sistema fotovoltaico,…

6 dias atrás

Brasileira de 18 anos recebe reconhecimento da Nasa por descoberta de novo asteroide

Apaixonada por Astronomia desde criança, a mineira Laysa Peixoto Sena Lage cresceu observando as estrelas.…

7 dias atrás

Conheça 1ª ciclovia da América Latina feita de plástico reciclado retirado do oceano

Quase uma tonelada de lixo plástico retirado do oceano. Essa é a matéria-prima da ciclovia…

1 semana atrás

Jovem do Paraná cria absorvente biodegradável feito com resíduos de colheita e ganha destaque internacional

Desde 2014, a dignidade menstrual é reconhecida pela ONU como um direito humano, mas oito…

2 semanas atrás