Categorias: Negócios

Conheça o lava-roupas vegano que auxilia na economia de água

Buscando excluir as formas de exploração e crueldade com animais, o veganismo se apresenta como uma opção no setor alimentício, vestuário, cosmético e inclusive em produtos de limpeza. Ao optar por esses produtos, o consumidor deixa de contribuir de forma indireta para que animais sejam usados em testes e na composição de determinados produtos.

Esse estilo de vida vem adquirindo cada vez mais adeptos no Brasil. A última pesquisa do IBOPE Inteligência, feita em abril deste ano, aponta que 14% dos brasileiros se declaram vegetarianos, porcentagem que representa cerca de 30 milhões de pessoas. Ainda, segundo a pesquisa, 66% dos brasileiros apoia uma proibição nacional de testes em animais para cosméticos e em seus ingredientes. O estudo aponta que 55% dos entrevistados consumiriam mais produtos veganos caso o valor fosse mais acessível.

Acompanhando essa mudança de hábitos brasileiros, a Casa KM (fabricante de produtos para cuidados com a casa e com as roupas) apresenta em seu portfólio o lava-roupas em pó COQUEL Vegano. Com o slogan “roupas e consciência limpas”, o produto é destinado a maioria dos tipos de tecido, feito com extrato de coco e tensoativo biodegradável. O lava-roupas não possui em sua composição nada de origem animal, e o mais importante: é cruelty-free, excluindo as formas de exploração de animais para testes.

Atualmente, entre as inúmeras questões para mudar o estilo de vida e consumo, estão: preocupação com meio ambiente, desmatamento, extinção das espécies e até desertificação. Por isso a empresa apresenta o produto para atender também àqueles que se voltam a essas questões. “COQUEL Vegano chega ao portfólio da Casa KM como nova opção para clientes que amam a natureza e refletem esse gosto sobre suas escolhas no dia a dia ao optarem por produtos de limpeza que tenham essa preocupação com o meio ambiente e com os animais”, afirma a gerente de Marketing, Cristina Gaspar.

Ao falar de limpeza pesada e conservação das cores, o produto tem êxito nas duas tarefas. Além disso, o COQUEL Vegano tem fácil enxágue e usa menos água, o que auxilia na diminuição do consumo excessivo e contribui para a preservação dos recursos naturais, já que possui em sua formulação tensoativo biodegradável. Sendo assim, quem adota essa forma de consumo, além de não comer e não usar roupas, calçados e acessórios de origem animal, agora tem mais uma opção que exclui vestígios de exploração.

Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Leave a Comment
Compartilhe
Publicado por
Redação

Posts recentes

Jardineiro “gangster” espalha plantações de alimentos nas calçadas de Los Angeles

Ron Finley tem um humor impecável ao falar de agricultura. Ele vem transformando o conceito…

23 horas atrás

Mergulho virtual nas águas de Belize ensina como proteger os oceanos

Por ONU Você gostaria de mergulhar nas águas caribenhas do Belize para aprender como proteger…

23 horas atrás

Como ter uma horta de temperos em casa? Aprenda a cuidar de 9 diferentes hortaliças!

O momento que estamos vivendo despertou o interesse de muitas pessoas por ter uma horta…

23 horas atrás

Amazônia registra recordes de focos de calor em julho

No dia 30 de julho, a Amazônia registrou mais um triste recorde: 1.007 focos de…

1 semana atrás

Supermercado comercializa hortaliças orgânicas produzidas em projeto social

Como forma de incentivar transformações positivas na sociedade, o Pão de Açúcar começa a comercializar…

1 semana atrás

Pessoas físicas agora podem contratar plano de assinatura de energia solar

Residenciais e produtores rurais mineiros poderão, a partir de agosto, contratar o serviço de Energia…

1 semana atrás