Chega de comercializar vidas! Facebook proíbe venda de animais em suas páginas

Chega de comercializar vidas! Facebook proíbe venda de animais em suas páginas
23 maio 2018

Infelizmente, é realidade: a venda de animais no Facebook é uma prática bastante comum, mas isso está com os dias contados. A rede social atualizou sua política de comércio proibindo a venda dos bichinhos em suas páginas. Veja abaixo!

A informação foi divulgada neste mês de maio e, para que a medida entre em vigor, o Facebook conta com a colaboração dos usuários. Sempre que ver algum anúncio de venda de animais, é preciso denunciar para que tomem uma providência.

A medida vale para grupos, páginas e linha do tempo de qualquer pessoa. A opção “Denunciar publicação” aparece quando o usuário clica no ícone de uma seta para baixo, localizado no canto superior direito da publicação.

Em vez de comprar VIDAS, por que não adotar? Nunca é demais lembrar que os abrigos de cães e gatos sofrem com problemas de superlotação. Então, caso queira ter um animal de estimação, adote. Em troca, você ganha um amor incondicional para a vida toda. ♥

Foto: Pixabay/Creative Commons



Razões Para Acreditar
Razões Para Acreditar

Algumas razões para continuarmos acreditando em um mundo melhor! >www.razoesparaacreditar.com<

Observações

  1. Acho que ajudaria muito que após denúncia pessoa que está fazendo o anúncio fosse bloqueada pelo Facebook

  2. Há diversos grupos de venda de animais no facebook. Já denunciei várias vezes e respondem que está de acordo com a política… Infelizmente eles não conseguem proibir.

  3. Que ótima notícia! Só existe comércio porque há anuncios. É muito triste ver as matrizes do comércio. Há muito animais nas ruas. Amigo não se compra.

  4. Isso é uma piada! Eu denuncio páginas que vendem pássaros Silvestres ilegalmente há mais de um ano e nenhuma delas foi deletada! Isso é PIADA!

  5. É o que mais vejo nos grupos de desapego DO FACEBOOK

  6. Isso é piada. As denúncias nunca violam os “padrões da comunidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *