Categorias: Inspiração

Brinquedos feitos a partir de plástico retirados do oceano são distribuídos a crianças de comunidades

Como dar suporte para as crianças que não podem ir à escola e precisam estar em casa por conta da pandemia do novo coronavírus? Conhecida por realizar ações de conscientização e educação ambiental em praias do Sul e Sudeste do país, a Organização Não-Governamental (ONG) Eco Local Brasil vai iniciar as ações do Projeto Pé na Estrada e beneficiar crianças que vivem em comunidades assistidas por entidades ligadas ao Surf.

Entre julho e agosto, a ONG vai organizar ações isoladas de limpeza, realizadas por surfistas parceiros do projeto. Todo o material plástico retirado servirá como matéria-prima para a confecção de brinquedos, que serão distribuídos para comunidades assistidas, inicialmente, por: Projeto Surf Social (de Florianópolis-SC) e outras instituições do litoral norte catarinense; Projeto Surf do Bem, Nocaute a Fome e instituições de Paranaguá (Paraná); além do Projeto Ondas, Instituto Gabriel Medina, instituições do Guarujá e a Escola Comunitária de Surf Maresias (todos de São Paulo), entre outros que estão em fase de definição. Ao todo, a ideia do projeto nesta etapa é beneficiar 1,2 mil crianças.

“Vários desses projetos já prestam assistência a centenas de famílias com alimentação e produtos de higiene, especialmente neste momento de pandemia. Agora, queremos incluir brinquedos para animar as crianças que estão precisando passar mais tempo dentro de casa e, muitas vezes, ficam sem ter o que fazer ou com que brincar. As ativações serão com ações isoladas de limpeza de praia, quando possível, sem aglomeração e com coleta dirigida e individual de colaboradores, em alguns casos. A doação de brinquedos será feita diretamente aos coordenadores dos projetos, para que os distribuam com segurança”, explica Filipe Oliveira, coordenador da Eco Local Brasil.

Filipe conta que os brinquedos são feitos a partir dos resíduos plásticos retirados de praias em ações de limpeza promovidas pela ONG. O plástico recolhido é transformado em material beneficiado, que depois é injetado (nos formatos de brinquedos) em parceria com uma empresa de Timbó (SC). A Ong já fez uma ação piloto do Projeto Pé na Estrada no mês de abril passado, quando foram distribuídos 500 brinquedos a alguns projetos de SP, PR e SC.

“As ações saírem conforme planejamos e os brinquedos foram muito bem aceitos pelas crianças das famílias cadastradas”, comemora Filipe.

Calendário das próximas ações do Projeto Pé na Estrada

As primeiras ativações do Projeto Pé na Estrada ocorrem entre os dias 20 e 24 de julho, em Florianópolis. As atividades serão organizadas em parceria com o Projeto Surf Social e vão atender crianças da comunidade Morro do 25, na capital catarinense. Em seguida, o projeto vai para o litoral do Paraná, onde realizará ações entre os dias 25 e 28 de julho. Neste estado, serão beneficiadas crianças atendidas pelos projetos Surf do Bem, Nocaute a Fome e instituições de Paranaguá.

As ações seguintes, entre 29 de julho e 5 de agosto, ocorrem no litoral de São Paulo, com a distribuição de brinquedos a projetos em Santos, Guarujá, Maresias, Itamambuca e Praia Grande. No estado, serão beneficiadas, além das crianças atendidas pelo Projeto Ondas (parceiro no estado da Eco Local Brasil), outros projetos como o Instituto Gabriel Medina e Projeto Escola Comunitária de Surf Maresias, entre outras.

Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Leave a Comment

Veja Comentários

    • Olá, Karin. Que bom que gostou de nosso post. Para compartilhar no facebook basta copiar o link do seu navegador e colar na parte de compartilhamento no face. Obrigada.

Compartilhe
Publicado por
Jéssica Miwa

Posts recentes

Países podem ser 100% alimentados por energia limpa, segundo IRENA

Segundo a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), é possível alcançar um setor elétrico mundial…

2 horas atrás

11 toneladas de produtos orgânicos são doados para moradores de Paraisópolis

A Enel Distribuição São Paulo está doando 11 toneladas de produtos orgânicos – verduras e…

1 dia atrás

Jornada de Agrofloresta: como plantar comida sem veneno e regenerar a Natureza

A Agrofloresta é considerada a agricultura do futuro. É uma nova forma de cultivar alimentos…

2 dias atrás

Telhados solares batem novo recorde no Brasil em 2020 mesmo com pandemia

Apesar da queda nas vendas durante os primeiros meses da pandemia, o mercado solar brasileiro…

6 dias atrás

O que a moda tem a ver com a poluição marinha?

Um aspecto da poluição marinha nem sempre tão difundido refere-se aos impactos da moda nos…

1 semana atrás

Projeto oferece oficinas de profissionalização para mulheres no Ceará

Neste mês celebramos o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza, data para reconhecer a luta…

1 semana atrás