Categorias: Mundo

Conheça o primeiro supermercado 100% sem embalagens do mundo

O conceito é bem simples: não há caixas de cereal, bandejinhas de frios ou ainda saquinhos plásticos para carregar verduras, frutas e legumes! O consumidor precisa pensar previamente no que pretende comprar no supermercado para já ir ao local com recipientes reutilizáveis que atendam à sua demanda e, assim, conseguir carregar as compras para casa sem dor de cabeça – nem desperdício.

Tudo graças a duas jovens empresárias, Sara Wolf e Milena Glimbovski , que realizaram o  grande sonho de inaugurar o Original Unverpackt, o primeiro supermercado em que produtos embalados não são comercializados. As mercadorias são vendidas por peso, o que simplifica até na hora de comparar o preço.

Apesar do estranhamento inicial, o método pode ser muito eficiente. Além de evitar a geração de resíduos desnecessários, pode diminuir o desperdício de alimentos, já que é possível escolher quantidades menores na hora da compra e, assim, evitar aquela velha situação de comidas estragadas na geladeira ou na dispensa porque não foram consumidas a tempo.

O projeto só foi possível graças ao financiamento coletivo realizado na plataforma Startnext, em que os internautas fizeram doações em euros para que Wolf e Gkimbovski pudessem atingir a meta de 45 mil para abrir o supermercado sustentável. A ideia fez tanto sucesso entre a população que uma semana antes de esgotar o prazo do crowdfunding, a dupla já havia passado a marca dos 100 mil euros arrecadados. Acredita?

No Brasil, a prática de levar sacolas reutilizáveis ainda não colou para a maioria dos consumidores. Mas você pode fazer sua parte ao carregar sua ecobag e optar por produtos com menos embalagens. Parece que não, mas faz toda diferença! 🙂

Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Leave a Comment

Veja Comentários

  • ótima ideia. espero que aconteça aqui no Brasil e que seja em várias cidades.
    Emerson
    Botucatu/SP.

  • Isso já existe no Brasil há muito tempo. Chama-se feira! OAISOAISOAISOAIS

  • As mercearias antigas utilizavam esse mesmo conceito! Que pena, eu não ter uma foto da mercearia do meu pai...existiam sacos de papel para colocar, o feijão, o grão, o açucar, o café... que eram vendidos avulso. Utilizava-se o papel vegetal para colocar a banha, a manteiga também vendidas avulso.
    Os primeiros iogurtes eram vendidos em frascos de vidro que eram devolvidos...
    Afinal o progresso não é sinónimo de avanço e de melhoria, verificamos que a utilização de embalagens é excessiva e contribui para o esbanjamento de recursos.O que estão à espera senhoras e senhores consumidores...?!

Compartilhe
Publicado por
Jéssica Miwa

Posts recentes

Energia solar mantém crescimento e fica mais atrativa para brasileiros em 2020

Por muitos anos, o governo brasileiro ignorou o potencial da energia solar como fonte limpa,…

11 horas atrás

5 fatores que influenciam no preço final do seu projeto de energia solar

Economizar na conta de luz é uma realidade para cada vez mais brasileiros que instalam…

5 dias atrás

Os 5 Principais Motivos Pelos Quais Todos Querem Energia Solar

Gerar a própria energia elétrica é a vontade da grande maioria dos consumidores brasileiros. Segundo…

2 semanas atrás

Países podem ser 100% alimentados por energia limpa, segundo IRENA

Segundo a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), é possível alcançar um setor elétrico mundial…

4 semanas atrás

11 toneladas de produtos orgânicos são doados para moradores de Paraisópolis

A Enel Distribuição São Paulo está doando 11 toneladas de produtos orgânicos – verduras e…

4 semanas atrás

Jornada de Agrofloresta: como plantar comida sem veneno e regenerar a Natureza

A Agrofloresta é considerada a agricultura do futuro. É uma nova forma de cultivar alimentos…

1 mês atrás