Categorias: Lixo

A escola indiana em que a mensalidade dos alunos é paga com lixo plástico

Em Assam, na Índia, a miséria sempre foi uma realidade. Crianças, muito novas, largavam os estudos para fazer trabalhos braçais e, assim, ajudar seus pais financeiramente. Paralelo a isso, havia a questão do lixo, que é um problema em todo o país. Por dia, a Índia gera cerca de 26 mil toneladas de resíduos plásticos.

Considerando tudo isso, os indianos Parmita Sarma e Mazin Mukhtar, que por muito tempo viveram nos EUA, voltaram ao país para propor um modelo de educação que ajudasse a desenvolver Assam. E conseguiram! É a Escola Modelo Fundação Akshar, uma instituição de ensino em que, para começo de conversa, a mensalidade é paga em lixo.

Para continuar estudando na escola, cada aluno deve trazer, pelo menos, 25 resíduos plásticos por semana. O material é usado para fazer tijolos ecológicos em um centro de reciclagem que fica dentro da escola e conta com a participação dos estudantes.

Dessa forma, em uma tacada só, o colégio ajuda a diminuir o descarte incorreto de lixo, fornece matéria-prima muito mais barata para a construção de casas e ainda garante que os pais possam bancar a educação dos filhos.

Faltava, no entanto, resolver um problema: lembra que as crianças deixavam de estudar para contribuir financeiramente em casa? Pois Sarma e Mukhtar também deram um jeito nisso: desenvolveram um modelo de ensino em que os mais velhos dão aulas de reforço para os mais novos – e são remunerados por isso. São 2 horas de trabalho simbólico, em que eles têm a oportunidade de fixar mais o conteúdo, aprender um ofício – o de educador – e ainda sentir que estão contribuindo para o futuro de sua comunidade.

É ou não é demais?

A Escola Modelo Fundação Akshar vive de doações. Quer ajudar? É só clicar aqui!

Foto: Divulgação/Fundação Akshar

Débora Spitzcovsky

Cofundadora do The Greenest Post, Débora Spitzcovsky é especialista em Sustentabilidade, com foco em Comunicação, Voluntariado e Desenvolvimento Local

Leave a Comment
Compartilhe
Publicado por
Débora Spitzcovsky

Posts recentes

Telhados solares batem novo recorde no Brasil em 2020 mesmo com pandemia

Apesar da queda nas vendas durante os primeiros meses da pandemia, o mercado solar brasileiro…

4 dias atrás

O que a moda tem a ver com a poluição marinha?

Um aspecto da poluição marinha nem sempre tão difundido refere-se aos impactos da moda nos…

6 dias atrás

Projeto oferece oficinas de profissionalização para mulheres no Ceará

Neste mês celebramos o Dia Internacional da Erradicação da Pobreza, data para reconhecer a luta…

6 dias atrás

Fontes de energia renováveis estão cada vez mais baratas que o carvão

A consecutiva queda dos preços das tecnologias de geração elétrica movidas por fontes de energia…

1 semana atrás

Dia das Crianças: visite de forma virtual as exposições Planeta Inseto e Museu de Pesca

A restrição de visitas a museus devido à pandemia do novo coronavírus não impedirá que…

3 semanas atrás

Virada Sustentável chama atenção para volume de descarte de lixo provocados pelo consumo inconsciente

A 10ª edição da Virada Sustentável SP ocorre pela primeira vez em modelo híbrido: físico…

3 semanas atrás