FOTOS: conheça o interior de uma casa feita de barro

FOTOS: conheça o interior de uma casa feita de barro
21 out 2015

Entre nossas andanças pelo Brasil, visitamos a casa do arquiteto Michel Habib que constrói, basicamente, com materiais naturais: terra, madeira, bambu, pedras, cal, etc. E que maravilha.

A bioconstrução (ou arquitetura natural e vernacular) é uma alternativa inteligente em todos os sentidos: ecológico, econômico e para o próprio bem-estar.

Ecológico porque usa o máximo de recursos disponíveis na área próxima a obra, evitando o desperdício com a manufatura e logística; porque o projeto sempre se preocupa com o reaproveitamento de rejeitos, com a coleta de água da chuva, o uso de energias renováveis e não poluentes e com o aproveitamento da luz natural.

Econômico porque usa materiais que custam menos e se preocupam com o reaproveitamento e a otimização dos recursos.

Prazeroso porque, além de bonito pra caceta, a terra mantém a temperatura da casa amena durante todo o ano.

Confira, abaixo, algumas fotos dessa belezura:

Frente da casa

A vista de fora da casa, praticamente toda feita com materiais da região de Atibaia.

 

Parede de Adobe

Parede de “adobe”, que são tijolões feitos de terra, areia e palha. Barato, resistente e bonito.

 

12079717_1627392480861181_2025614749388795697_n

A casa é uma graça, sim ou sim?

 

12108953_1627392557527840_3254401166621282670_n

Vista do mezanino

 

Porta

Detalhe da porta de entrada que é feita de madeira de demolição resgatada em caçambas alheias.

 

12144719_1627392647527831_7463059731355324445_n

Raio-x da casa: essa parede foi feita com a técnica do pau-a-pique. O Michel deixou à mostra as camadas do processo. Primeiro a treliça de bambu recheada de massa de terra, areia e palha, seguida de reboco grosso com os mesmos elementos e finalizada com tinta natural de argila.

 

12107016_1627392604194502_6993210197468378082_n

Esse é o filtro de raízes na parte externa da casa. As águas cinzas(aquelas usadas para lavar louças, roupas e para banho) são filtradas pelas raízes dessas plantas e seguem para serem usadas nos vasos sanitários e para irrigação. Depois as águas negras(aquelas com bosta, merda, cocô, fezes) seguem para outro tanque, onde os dejetos são decantados e a água filtrada por outras raízes de outras plantas.

 

12063308_1627392554194507_4944767320051456986_n

Escadinha. Vivi, Michel e Guto. No fundo uma das paredes da casa feita com a técnica da taipa de pilão. Duas madeirites são colocadas como forma da grossa parede. Uma massa de terra e areia é jogada dentro dessa forma e pilada(socada com um pilão) até compactar. A madeirite é colocada mais pra cima e o processo se repete até a parede alcançar a altura querida.

 

Conheça o projeto PorQueNão? que busca soluções sustentáveis pelo Brasil.

Fotos da produção do projeto.



PorQueNão?
PorQueNão?

PorQueNão buscar e compartilhar conhecimentos a fim de repensarmos nosso modo de vida? Viajamos o Brasil conectando pessoas que fazem e pessoas que buscam

Observações

  1. Gostaria encontrar pessoas que entendam de casas de barro

  2. Ana Maria Borges Diz: fevereiro 25, 2017 at 7:41 pm

    Sensacional!Eu defendo esta idéia há uma vida.Não tinha encontrado ninguem que ativesse colocado em prática.Parabens.

  3. Bom dia, a cada dia me conscientizo da importância de adotarmos medidas simples, porem revolucionárias. Por favor me ensina a usar as raízes das plantas como filtro, quais as especies de plantas podem ser usadas, se for uma planta frutíferas, as frutas podem ser usados no consumo humano? Cordialmente Irene da Silva Nascimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *