Vacine seu bichinho contra ela! Praga felina que já matou milhares de gatos ressurge no mundo

Vacine seu bichinho contra ela! Praga felina que já matou milhares de gatos ressurge no mundo
06 fev 2018

Já ouviu falar no parvovírus felino? Também conhecido como praga de gato, há décadas o vírus devastou populações de gato mundo afora, matando pelo menos metade dos bichos infectados. A doença só foi exterminada entre os animais de estimação após o surgimento de uma vacina desenvolvida especialmente para o caso.

Eis que, anos e anos depois, o parvovírus felino está reaparecendo na Austrália. Abrigos de animais em Melbourne e Sydney relataram recentemente um surto de praga de gato em animais não-vacinados. Os pesquisadores suspeitam que gatos selvagens tenham espalhado o vírus entre os animais de estimação.

A doença ataca a medula óssea do felino, podendo causar diarreia sangrenta, vômitos, febre, letargia e até morte. O tratamento – que envolve medicamentos antibióticos e até transfusões de sangue – é caro, agressivo e não tem eficiência 100% garantida. Logo, vacinar os bichos de estimação é importante!

LEIA TAMBÉM:
Tragédia de Mariana pode ter relação direta com surto de febre amarela

Os gatos podem pegar o vírus por meio de contato fecal, contato de gato para gato e até mesmo pelos sapatos de um ser humano.  Segundo especialistas, a melhor maneira de evitar a doença é mesmo por meio da vacina – que tem taxa de eficiência de 99%.

Na Austrália, ONGs sem fins lucrativos já estão atuando para ajudar a comunidade de baixa renda a vacinar seus animais de estimação e ainda para capturar e vacinar animais selvagens. Segundo especialistas, é importante que o maior número possível de gatos de estimação sejam vacinados mundo afora para evitar que a doença se torne novamente uma epidemia.

Tem gatinhos em casa? Vale uma conversa com o veterinário que os atende… 

Foto: Alexas_Fotos/Pixabay



Mattheus Goto
Mattheus Goto

Estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, repórter na COP 23, estagiário no The Greenest Post e apaixonado por música, arte e histórias de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *