SP ganha lixeiras inteligentes que avisam quando estão cheias

SP ganha lixeiras inteligentes que avisam quando estão cheias
23 abr 2014

Quem andar pelas ruas dos Jardins, na capital paulista, com certeza vai encontrá-las: cinco lixeiras inteligentes foram instaladas nas ruas da região. Mas por que elas são consideradas espertas? Simples: elas avisam, via SMS, quando estão vazias, completamente cheias ou com 80% de sua capacidade ocupada.

A comunicação é toda feita a partir de um sensor, que busca otimizar o serviço de limpeza urbana: os garis só passam pela lixeira high tech quando ela avisa que já está no limite, diminuindo assim a circulação dos caminhões de lixo – e o trânsito, e as emissões de CO2…

E não é só isso! A lixeira, batizada de Big Belly (algo como barrigão, em inglês), tem outros atrativos: ela possui painéis solares que geram energia limpa. Para quê? Compactar o lixo. Dessa forma, a Big Belly – que já tem capacidade 12 vezes maior do que as lixeiras convencionais – consegue armazenar ainda mais resíduos.

Não é legal? Ainda em fase experimental, o principal defeito da lixeira high tech é o preço: cada unidade custa R$ 8 mil. Mas a empresa responsável pela implantação, a Inova Gestão de Serviços Urbanos, prometeu que vai levar a novidade para o resto da cidade, se ela fizer sucesso.

Por enquanto, todas as lixeiras estão concentradas nos Jardins. Por que testar todas numa mesma região? A gente também não entendeu, mas pelo menos a rua é pública e, quem quiser, pode visitar as Big Belly’s.

Foto: Divulgação/ Inova Gestão de Serviços Urbanos



Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *