Leite, cereais, carne… Estudo revela quantidade de água necessária para produzir 13 alimentos bastante comuns na mesa do brasileiro

Leite, cereais, carne… Estudo revela quantidade de água necessária para produzir 13 alimentos bastante comuns na mesa do brasileiro
22 mar 2016

Recentemente cientistas refizeram as contas e chocaram a todos: 4 bilhões de pessoas (!) sofrem com a falta de água no mundo todos os anos. Chega de desperdiçar e poluir o recurso, não?

Além de toda a água que usamos no dia a dia (que não é pouca!) para tomar banho, cozinhar, lavar roupa, limpar a casa e etc., também há uma “pegada hídrica” embutida na fabricação dos produtos que consumimos. Seja uma peça de roupa, um copo descartável ou até uma batata, cenoura ou carne que comemos no almoço: tudo precisa de água para existir.

Agora, você já parou para pensar quantos litros de água foram utilizados para que o seu bife chegasse a sua mesa? Abaixo listamos a quantidade de água necessária para a produção de um quilo de 13 diferentes alimentos, segundo estudo internacional da WaterFootprint. Vale dar uma olhada e repensar se você realmente precisa dos produtos que consomem tanta água em sua fabricação. 

Cana de açúcar: 197 litros

Vegetais diversos: 322 litros

Frutas: 962 litros

Cereais: 1644 litros

Culturas oleaginosas: 2.364 litros

Nozes: 9.063 litros

Leite: 1.020 litros

Ovos: 3.265 litros

Frango: 4.325 litros

Manteiga: 5.553 litros

Carne de Porco: 5.988 litros

Carne de ovelha: 8.763 litros

Carne de vaca: 15.415 litros

A carne bovina é a que mais consome água em sua fabricação, reparou? Este é um dos motivos para que os ambientalistas defendam que todas as pessoas reduzam significantemente a quantidade de carne que ingerem. Recentemente publicamos a reflexão de uma não vegetariana sobre o porquê deveríamos comer menos carne. Vale a pena dar uma lida! 🙂

Foto: michaelpickard/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *