Robôs em formato de animais ajudam a tratar ansiedade e solidão em idosos que vivem em asilos

Robôs em formato de animais ajudam a tratar ansiedade e solidão em idosos que vivem em asilos
12 jan 2018

Gatos, cachorros, passarinhos, tartarugas… Sabemos o quanto é bom ter um bichinho em casa para nos fazer companhia. Nem sempre, no entanto, temos condições para cuidar bem deles – ainda mais quando a idade chega. Para estes casos, há os robôs em formato de animais!

Na Flórida, nos Estados Unidos, moradores de uma residência para idosos estão apresentando melhoras de saúde ao conviver com os bichos robotizados. Eles estão ajudando a diminuir a ansiedadesolidão dos velhinhos!

Tudo começou quando o Palace Garden decidiu adotar um gatinho e um cãozinho robôs para auxiliar no tratamento dos residentes. Isso aconteceu há um ano e os resultados têm sido tão positivos que foi preciso adotar mais pets mecanizados.

O ronronar de um aqui e o latido de outro ali podem parecer pouco, mas para os idosos representa muito. Os robôs incentivam o carinho e a compaixão entre os velhinhos, além de garantir uma aura de tranquilidade no estabelecimento. Algumas doenças, como Alzheimer, puderam inclusive ser superadas graças à presença constante dos companheiros.

LEIA TAMBÉM: 
A decoradora de casamentos que doa as flores das festas para idosos que vivem em asilos

Os pets robotizados começaram a se tornar populares em 2015, quando a empresa japonesa Hasbro anunciou a  iniciativa Pets For All (Pets para Todos, em português). Apesar do nome, o maior público-alvo do projeto são os idosos que buscam companhia, mas já não tem condições de se dedicar a tarefas básicas como alimentar, limpar as necessidades e passear com os bichinhos.

Uma opção para aqueles que não podem mais ter um animal de verdade, mas sabem muito bem o quanto eles fazem bem ao corpo e à alma! 

Foto: Divulgação/Hasbro



Mattheus Goto
Mattheus Goto

Estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, repórter na COP 23, estagiário no The Greenest Post e apaixonado por música, arte e histórias de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *