O café social que assumiu o compromisso de tirar todos os sem-teto da rua na Escócia – e está conseguindo

O café social que assumiu o compromisso de tirar todos os sem-teto da rua na Escócia – e está conseguindo
04 jun 2018

Já ouviu dizer que somos do tamanho dos nossos sonhos? Josh Littlejohn sonha grande – e está fazendo sonhar uma parcela cada vez maior da população da Escócia. O empreendedor abriu em 2012 uma cafeteria e, quando se deu conta, já tinha transformado-a em um negócio social.

Tudo começou quando Pete, um morador em situação de rua que dormia nas redondezas do café, pediu para trabalhar no estabelecimento, despertando o interesse de Josh para a causa. Pouco tempo depois, ele resolveu introduzir o conceito de “Pay It Forward” na cafeteria, que incentiva os clientes a deixarem refeições pré-pagas para os sem-teto.

A ideia foi dando tão certo e as pessoas começaram a ajudar tanto que Josh decidiu assumir publicamente o compromisso de acabar com a situação de rua na Escócia e oferecer um teto, bem como condições de reinserção social, para todos que atualmente dormem nas calçadas do país.

Como base, utiliza estudo sobre o tema realizado pela Universidade de Heriot Watt e, claro, a experiência prática que adquiriu ao começar a conviver (e escutar!) as pessoas em situação de rua. Mas, apesar de sonhador, Josh tem os pés no chão e deixa claro: acabar com a triste realidade de seres humanos dormindo nas ruas é uma missão colaborativa, que só será concluída se toda a população se propuser a olhar para a causa. Alguém duvida? 

Atualmente, o Social Bite, como foi batizado o negócio social de Josh, já distribui mais de 100 mil refeições por ano aos sem-teto, graças ao sistema “Pay It Forward“, e emprega mais de 100 sem-teto. Um em cada cinco funcionários do café, que já possui cinco filiais espalhadas pela Escócia, vive em situação de rua.

E não é só: agora, o negócio social dá mais um passo e está construindo um vilarejo, que visa abrigar por um ano e meio cerca de 20 pessoas que vivem em situação de rua, com a dignidade que merecem, “ao contrário do que oferecem os abrigos regulares“, diz o site da iniciativa. Lá, vão receber capacitação profissional, oportunidade de emprego e aulas de educação financeira, além de serem submetidos a uma vida em comunidade. Tudo para se reinserirem, pouco a pouco, na sociedade e em um ano e meio poderem ser transferidos para casas próprias, dando seus lugares no vilarejo a 20 novos moradores em situação de rua.

Bacana, né? Mas e o dinheiro para fazer tudo isso? Vem de onde? Bem, parte do lucro da cafeteria é revertido à causa, mas o grosso do investimento vem mesmo de pessoas físicas, que fazem doações para o negócio. Uma das iniciativas mais famosas inventadas por Josh para sensibilizar as pessoas para a causa é a Sleep in The Park, em que convida as pessoas a dormir uma noite a céu aberto em um parque da Escócia, para terem uma mínima noção do quão difícil é estar em situação de rua.

Se alguém ainda duvida que sonha que se sonha junto vira realidade, precisa conhecer o Social Bite!

Assista, abaixo, vídeo da iniciativa em inglês.



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *