Nova York exige que prédios antigos se modernizem para evitar emissões de CO2

Nova York exige que prédios antigos se modernizem para evitar emissões de CO2
26 jan 2018

Enquanto o governo Trump segue ignorando as questões ambientais, Nova York dá o exemplo! O prefeito, Bill de Blasio, anunciou medidas que visam reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa da cidade.

A mais relevante delas impõe que proprietários de edifícios já existentes modernizem seus imóveis, a fim de terem sistemas de aquecimento mais eficientes. Isso porque dados apontam que o uso desses aparelhos para garantir calefação e água quente aos moradores dos edifícios é a maior fonte de emissões de CO2 da cidade.

A nova lei se aplica a donos de edifícios com mais de 2,3 mil metros quadrados e deve garantir uma redução de pelo menos 7% na queima de combustíveis fósseis em Nova York até o ano de 2035. O governo local garantiu ainda que os proprietários receberão apoio público para fazer as adaptações exigidas por lei, por meio de empréstimos a juros baixos.

LEIA TAMBÉM: 
Ecologista planeja construir floresta no meio da Times Square, em Nova York

Desde que os Estados Unidos pulou fora do Acordo de Paris, o prefeito Blasio prometeu que a cidade de Nova York manteria seu compromisso e aumentaria seus esforços para atingir o objetivo de reduzir as emissões do país em 80% até 2050. Pelo visto, ele está determinado a cumprir a promessa… 

Foto: PublicDomainPictures/Pixabay



Mattheus Goto
Mattheus Goto

Estudante de Jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, repórter na COP 23, estagiário no The Greenest Post e apaixonado por música, arte e histórias de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *