No torneio Brasil Open de Tênis, os gandulas são cães (que podem ser adotados pelo público)

No torneio Brasil Open de Tênis, os gandulas são cães (que podem ser adotados pelo público)
24 fev 2016

Ace da ONG Abeac! Com mais de mil animais disponíveis para adoção, a organização lançou iniciativa durante o torneio Brasil Open de Tênis, que foi (de longe!) o ponto mais bonito da competição.

A ONG elegeu quatro de seus cãezinhos – Frida, Costela, Mel e Isabelle – para fazer o que mais gostam: pegar bolinhas (só que nas quadras do evento esportivo). Os animais estão atuando como gandulas do torneio (ou cãodulas, como estão sendo carinhosamente chamados).

Por quê? Simples! A ideia é usar a visibilidade do evento esportivo, que conta com a participação de craques do tênis nacional, para chamar a atenção do público para a quantidade de animais (fofos!) que estão à espera de um dono.

Quem se apaixonar por um dos bichinhos, pode solicitar sua adoção para a ONG, que avaliará o pedido levando em conta o perfil do candidato à adotante. Afinal, de nada adianta levar o bichinho para casa para depois, na primeira dificuldade, devolvê-lo ou (pior!) abandoná-lo nas ruas.

Já para quem não tiver a oportunidade de ir ao evento e ver, de perto, a fofura dos cãedulas, fica o convite para visitar o canil da ONG Abeac, que fica na cidade de Caucaia do Alto, em São Paulo, e conhecer os outros bichinhos da entidade que estão disponíveis para adoção.

Em vez de COMPRAR vidas, que tal ADOTAR uma? <3

Foto: Divulgação/ONG Abeac



Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *