Mergulhadores flagram fundo do mar de ilha “preservada” da Ásia repleto de garrafas plásticas

Mergulhadores flagram fundo do mar de ilha “preservada” da Ásia repleto de garrafas plásticas
01 fev 2018

Se está assim na Ilha de Xiaoliuqiu, imagina no resto do mundo? Localizada em Taiwan, no continente asiático, a porção de terra é conhecida como Pérola do Mar, exatamente por ser berço de corais e possuir uma diversidade incrível de fauna e flora, em que se destacam tartarugas verdes, estrelas do mar e ostras – que podem, inclusive, ser vistas facilmente na praia.

Dá para imaginar, portanto, a surpresa de mergulhadores ao flagrar um tapete de garrafas plásticas cobrindo o fundo do mar da ilha, que (vale lembrar!) é habitada por apenas seis mil pessoas. Xiaoliuqiu é uma das sete ilhas de corais com área superior a seis quilômetros quadrados no mundo, que demoraram centenas de anos para se formar – e, agora, tamanha riqueza natural está ameaçada por conta da falta de consciência do ser humano.

Estudo recente mostra que, apenas em 2015, o planeta produziu 6,3 bilhões de toneladas de lixo plástico. Deste montante, apenas 9% foi reciclado e 12% incinerado. Alguém chuta para onde foram os outros 79%? Outra pesquisa promovida pela Fundação Ellen MacArthur apontou que, se continuarmos nesse ritmo, até 2050 teremos mais plástico do que peixes nos oceanos. Algo está bem errado, não?

Foto: Reprodução/National Geographic Brasil



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *