O brasileiro que faz próteses (de graça) para cães e gatos que não podem andar

O brasileiro que faz próteses (de graça) para cães e gatos que não podem andar
17 abr 2015

Glauber Pereira de Souza é eletricista na cidade de Sertãozinho, no interior de São Paulo. Há pouco mais de dois meses, no entanto, descobriu uma nova vocação: “dar pernas” a cães e gatos que não podem andar.

Com tubos de PVC e barras de alumínio, Glauber constrói, na varanda de casa, cadeirinhas para os animais deficientes. E o que ele ganha com isso? “Apenas” a gratidão eterna dos donos dos bichinhos e a felicidade de poder ver, novamente, esses cães e gatos correndo pelo quintal de sua casa.

É isso mesmo que você entendeu! O eletricista não cobra nada pelo serviço. O único custo dos donos dos animais é com a matéria-prima usada para confeccionar as cadeirinhas. Assim, as estruturas saem por cerca de R$ 20, enquanto lojas especializadas cobram até R$ 2 mil pelo produto. Uma diferença e tanto, não?

Glauber descobriu sua vocação por acaso. Em uma conversa informal, uma amiga contou que estava atrás de uma cadeirinha para sua cadela, que não pode andar, mas só achava produtos muito caros. Para ajudar, o eletricista entrou na internet para pesquisar, tirou as medidas da cadela e fez a tal estrutura, que ficou tão perfeita quanto as que são vendidas a preços astronômicos.

A partir daí, criou uma página no Facebook, a Assistência para Locomoção de Pets em Geral, em que recebe encomendas de donos de animais que não podem andar. O serviço está fazendo tanto sucesso que já tem até lista de espera – não só de pessoas de São Paulo como, também, de outros Estados. Demais, não?

Em nome de todos os bichinhos que você está ajudando, fica registrada aqui nossa gratidão, Glauber! (:

Foto: jimnista/Creative Commons



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. […] Fotos: Facebook Fonte: The Greenest Post […]

    • Karina Barbosa Diz: outubro 7, 2016 at 2:16 pm

      Boa tarde ,,,,
      Gostaria de saber de como faço para ganhar uma prótese traseira, para meu auau ele ta bem idoso e é um pitbull , perdeu as forças nas patas traseiras e ta se arrastando , com isso ele acaba se machucando e estou desesperada ..Poderia me ajudar .
      Me chamo :Karina Barbosa e sou de Barueri SP

    • Rebeca Helena Biller dos Santos Diz: maio 6, 2017 at 10:07 am

      Olá, meu cachorro nasceu sem uma perna da frente e não tenho condições no momento de pagar por uma prótese, vejo que meu Auau sofre bastante dificuldades pois quer brincar com os irmãozinhos e não consegue, como posso entrar em contato com o Sr. Glauber?

    • Recentemente tirei uma cadela da rua só que teve onze filhotes e tem uma que é deficiente gostaria de saber tem como conseguir uma prótese para ela.desde já agradeço.

    • Boa tarde minha cachorra está com sarcoma na pata dianteira terá que se submeter a uma cirurgia no caso vc faz prótese sem ser cadeira de rodas ela é idosa tem 13anos da raça poodle ela pesa 5.300kg é miudinha poderia me informar qual o valor!

  2. Boa tarde Débora Spitzcovsky, minha cachorra(Juhli) perdeu as forças das pernas traseiras, e agora ela não anda mais, só se rasteja. Eu gostaria de ganhar uma cadeirinha do Glauber Pereira de Souza, como eu faço para entrar em contato com ele?

  3. […] (via The Greenest Post) […]

  4. BOA NOITE !MINHA CACHORRINHA DE PORTE PEQUENO PERDEU A PATINHA POR NEGLIGENCIA DE UMA PESSOA DIZER SER VETERINÁRIO POR FAVOR PODE NOS AJUDAR?

  5. Rubens Lopes de Oliveira Diz: fevereiro 19, 2017 at 12:02 am

    Boa noite,

    Resgatei um Pitbull porte médio há 6 anos, após ser atropelado por um onibus, após 3 meses de tratamento perdeu uma pata dianteira foi amputada bem em cima no ombro.

    Depois de amputar a pata tem uma vida normal corre brinca. Mas agora estamos percebendo que está com um pouco de dificuldade e está forçando muito a pata de apoio.

    Gostaria de saber se pode nos ajudar ou me enviar um esquema para fazer uma protese pra ele apoiar esse lado que não tem a pata.

    Temos 23 caes resgatados, as dificuldades são muitas, queremos tentar ajuda-lo nesse problema.

    se puder nos ajudar ficaremos muito gratos

  6. Thatiana silvasilva Diz: julho 24, 2017 at 3:11 pm

    Oi,Eu tenho uma cachorra de sangue box com pitbull, ressentimento uma cobra jaracusu pegou ela na para dianteira. Ai Aí ela perdeu a pata direita, ai eu queria a ajuda pra colocar uma prótese nela! Ajudem ai eu não tenho condição de compra a prótese nela!

  7. Cintia de Oliveira Ferraz Ribeiro Diz: julho 26, 2017 at 1:13 pm

    Tenho um cachorrinho basset idoso que arrasta as patas traseiras. Às vezes, as patas sangram por causa disso. Por isso, tenho que deixá-lo isolado numa parte do quintal que é gramada. Enfim, eu preciso de uma prótese desse tipo para pôr nele. Alguém poderia me informar onde posso conseguir uma?

    Desde já, muito grata!

  8. MARTA LUCIA MARTINS Diz: fevereiro 20, 2018 at 9:11 am

    Bom dia!
    Um gato de rua apareceu no meu jardim. Levei ao veterinário e precisou fazer amputação da perna traseira direita inteira e bacia estava com feridas profundas. Quero saber se há alguma prótese p ela. ela caminha pela casa só com as três patas mas fiquei preocupada com o desgaste da perna traseira esquerda. Existe possibilidade de colocar uma prótese???
    Agradeço a atenção. e aguardo uma resposta.

  9. Preciso muito de uma protese para meu gatinho. Resgatamos nosso gatinho com 2 meses de vida, tinha sido atropelado e estava com fraturas expostas.Ele teve uma pata traseira totalmente amputada e do mesmo lado, a da frente teve amputação pela metade. Essa pata da frente não cicatriza pq ele usa como apoio. Ha dois anos fazemos curativos de dois em dois dias na esperança de um anjo de Deus nos ajudar com uma protese.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *