Governador não queria, mas deputados se unem e testes em animais estão proibidos em MG

Governador não queria, mas deputados se unem e testes em animais estão proibidos em MG
30 jul 2018

Já contamos aqui no The Greenest Post que o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, vetou o Projeto de Lei que proibia a realização de testes em animais para fabricação de cosméticos. A medida já havia sido aprovada em todas as instâncias pela Assembleia Legislativa, mas Pimentel não quis saber: ignorou a vontade de todos e deu um não ao fim dos maus-tratos aos animais nesse tipo de prática.

Entre outros disparates, o governador afirmou que a lei contrariava o interesse público, que colocaria em “grande risco” o desenvolvimento de pesquisas no setor e que cabia à esfera federal regulamentar o zelo pelos bichos em todo o Brasil – e não a ele.

Pois o governador teve que engolir suas palavras na última semana. Os autores do Projeto de Lei prometeram que iriam trabalhar duro para derrubar o veto de Pimentel e cumpriram: a bancada de deputados estaduais de Minas Gerais derrubou a decisão do governador, por unanimidade, e agora o Estado oficialmente não tolera mais o uso de animais em testes de produtos cosméticos para a pele, cabelo, unhas, lábios e dentes, entre outros.

Com isso, Minas Gerais se junta à lista dos Estados brasileiros que não mais permitem tamanha crueldade com os bichinhos, ao lado do Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Amazonas e Pará.

Vitória dos animais! Mas episódios como esse reforçam a importância de termos uma lei nacional para o tema. E aí, Brasil?

Foto: Steve Baker/Creative Commons 



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *