A geladeira pública que alimenta moradores em situação de rua na Bélgica

A geladeira pública que alimenta moradores em situação de rua na Bélgica
25 fev 2015

Dizem por aí que fome é o pior palavrão com F. Na Bélgica, iniciativa da ONG Corvia está fazendo sua parte para que a palavra saia, de uma vez por todas, da boca da população. A organização instalou uma geladeira pública em Bruxelas e convidou os cidadãos a encherem o eletrodoméstico com comida para alimentar pessoas carentes.

Batizada de Free Go, a geladeira foi colocada (vazia!) no centro da cidade às vésperas do Natal e, em poucos dias, já estava lotada de alimentos. Entre as delícias, queijos, geleias, leite, ovos, pães, frutas e carnes. Tudo devidamente etiquetado com data de validade, para que não haja o risco de alguém consumir comida estragada.

Tudo funciona na base da confiança! A geladeira fica destrancada 24 horas por dia: qualquer um pode abri-la para colocar ou tirar alimentos. A única regra é ter bom senso (e não doar bebidas alcoólicas).

A iniciativa, que a princípio foi criada apenas para ajudar os moradores em situação de rua a suportar melhor as baixas temperaturas belgas no inverno, fez sucesso e deve se manter por todas as estações.

Assista, abaixo, à reportagem do canal Zoomin.TV sobre o projeto da geladeira pública, que também já foi adotado pelo município belga de Ghent. Uma boa ideia para replicar nas cidades brasileiras?

Foto: Reprodução/Youtube



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *