Tecnologia transforma fotossíntese em energia para crianças da região rural do Peru estudarem

Tecnologia transforma fotossíntese em energia para crianças da região rural do Peru estudarem
24 nov 2015

Partindo do mesmo princípio do primeiro telhado verde do mundo a produzir energia, a Plantalámpara abastece  lâmpadas por meio da energia liberada (e desperdiçada) no processo de fotossíntese das plantas. A tecnologia foi pensada para que crianças do Peru pudessem estudar.

De acordo com a pesquisa do Instituto de Estatística e Informação do Peru, a eletricidade é ausente em 42% do território rural do país. Por isso, estudantes da Universidade de Tecnologia e Engenharia, se dedicaram para desenvolver a engenhoca que produz energia limpa a partir de recursos locais. Afinal, onde há mais plantas do que em uma área rural?

Agora, moradores da região amazônica do Peru conseguem duas horas de luz sem correr o risco de colocar fogo na casa (por conta das lamparinas movidas à querosene). Os dez protótipos da tecnologia foram para a comunidade Nuevo Saposa, que pertence a uma tribo de Shipibo Conibo. A região é a que possui menores índices de acesso à energia elétrica.

“Nós fizemos uso apropriado da vegetação da floresta Amazônica peruana, como o solo e as plantas, em harmonia com o meio ambiente e sem nenhum impacto negativo”, explica Elmer Ramirez, professor responsável pelas pesquisas.



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *