Florianópolis se compromete a ser 1ª cidade “Lixo Zero” do Brasil

Florianópolis se compromete a ser 1ª cidade “Lixo Zero” do Brasil
12 jul 2018

Para começo de conversa, até 2030, a capital de Santa Catarina se comprometeu a recuperar 90% dos resíduos orgânicos e 60% dos recicláveis secos que, atualmente, são destinados aos aterros sanitários da cidade, contribuindo para sua superlotação.

O compromisso foi assumido durante reunião promovida pela prefeitura, que está empenhada em transformar Florianópolis num ícone da gestão de resíduos sólidos, podendo ser a primeira cidade “Lixo Zero” do Brasil.

A capital catarinense já manda bem quando o assunto é a coleta seletiva de recicláveis secos, com ações voltadas para essa questão há mais de 30 anos. No entanto, a recuperação de resíduos orgânicos ainda é um desafio para a cidade, que parece consciente de que terá que arregaçar as mangas caso queira virar referência no Brasil (quiçá no mundo!) quando o assunto é a gestão de resíduos.

Para tanto, especialistas e representantes de órgãos públicos de Florianópolis se uniram para traçar o Floripa Lixo Zero, um plano de ação dividido em quatro eixos de atuação: compostáveis, volumosos, rejeitos e também recicláveis – afinal, nada é tão bom que não possa melhorar, não é mesmo?

Entre outras ações, o planejamento prevê a construção de pátios de compostagem na cidade, o lançamento do Programa de Compostagem Doméstica de Florianópolis, que vai doar minhocários à população, e a implementação de um serviço de coleta de resíduos verdes, tais como podas de árvore, que irá inclusive bater de porta em porta na casa dos moradores, oferecendo o recolhimento desse tipo de resíduo orgânico.

Voa, Floripa! E que, pelo caminho, você inspire muitas outras cidades brasileiras a alçarem voos altos, quando o assunto é a gestão de resíduos sólidos. Estamos precisando!



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *