Jordânia está querendo plantar uma horta orgânica gigante no deserto do Saara. Saiba como!

Jordânia está querendo plantar uma horta orgânica gigante no deserto do Saara. Saiba como!
27 abr 2016

O projeto não é de hoje não. Desde 2008, a Noruega e a Jordânia estão trabalhando em um projeto incrível, que pretende trazer vida para o deserto do Saara, a partir da criação de uma horta. Além de alimentos orgânicos, ela será fonte de água e energia limpa para o local.

Idealizado em Aqaba, cidade costeira do extremo sul da Jordânia, o projeto terá uma área total de 200 mil metros quadrados e poderá expandir futuramente para dois milhões de metros quadrados. Além de inusitado, é inovador e ambicioso – e funciona de forma integrada.

Espelhos solares que aquecem a água do mar até ferver, ultrapassando 540 graus célsius, serão responsáveis por transformar a água do mar em água potável. Além disso, o movimento da água sendo fervida moverá uma turbina que transformará energia cinética em eletricidade. Já a água potável obtida será utilizada para cultivar vegetais frescos e algas que ajudarão na absorção de CO2. Ou seja, tudo será muito bem aproveitado no processo.

O projeto Floresta do Saara, como foi batizado, foi criado por três empreendedores sociais: o arquiteto Michel Pawlyn, o designer Charlie Paton e o engenheiro Bill Watts. Em 2009, os três juntaram forças com uma ONG internacional com sede na Noruega e, juntos, apresentaram a ideia na COP15 de Mudanças Climáticas. Em junho de 2010, o rei da Jordânia ficou sabendo do projeto e, impressionado, os convidou para discutir melhor a possibilidade. Foi aí que tudo ficou ainda mais palpável!

Hoje essa unidade na Jordânia está em período de construção e é apenas um teste para a tecnologia. A Tunísia, localizada no deserto do Saara, será a próxima beneficiada pela tecnologia — afinal, não é fácil produzir comida em um país onde 75% do território é desértico.



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Observações

  1. Paulo Massaki Oyama Diz: abril 30, 2016 at 2:20 pm

    Parabens pelo incentivo pelas atividades que contribuem para o bem estar da humanidade

  2. Antonio Caetano Da Silva Diz: maio 1, 2016 at 2:22 am

    Muita criatividade, parabéns ,projeto arojado e muito útil.

  3. A Jordânia é Oriente-Médio e não norte da África, logo não tem como ser no deserto do Saara. Tá mal explicado isso aí.

    • Rui Tavares Diz: maio 1, 2016 at 8:34 pm

      É verdade, um ERRO com milhares de quilómetros! A Jéssica Miwa ainda não percebeu que para ser jornalista tem que ter rigor e verdade no que afirma!

    • E que tal ler de novo? Pode ser que perceba à segunda o que eu percebi à primeira. Se não conseguir, vá lendo até perceber. O texto nem é grande.

  4. SAFSilva Diz: maio 2, 2016 at 6:02 pm

    Aproveitem para plantar árvores e com toda a certeza a natureza irá contribuir para que haja chuva…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *