Em NY, jogar eletrônicos no lixo comum é crime (e pode render depoimento na delegacia)

Em NY, jogar eletrônicos no lixo comum é crime (e pode render depoimento na delegacia)
19 dez 2014

Desde 1º de janeiro de 2015, quem joga eletrônicos no lixo comum pode arranjar sérios problemas com o Departamento de Saneamento de Nova York. Isso porque o governo da cidade norte-americana decretou que o descarte incorreto de e-lixo passou a ser considerado crime no país.

Os cidadãos que forem pegos jogando computadores, TVs, DVDs, tablets, teclados e outros tipos de eletrônicos no lixo comum são intimados a depor na Justiça de Nova York e não têm seus resíduos recolhidos pelo serviço de limpeza urbana.

De acordo com a Agência de Proteção Ambiental dos EUA, além de possuírem substâncias altamente tóxicas – que contaminam o meio ambiente, quando descartados de forma incorreta -, os eletrônicos são o tipo de resíduo sólido que mais cresce no país. Com a nova medida, que complementa lei de 2010 a respeito da reciclagem de e-lixo, o governo espera diminuir a pressão sobre os aterros sanitários, que já estão lotados, e incentivar a indústria de reciclagem de eletrônicos no país.

Para orientar os nova-iorquinos, o Departamento de Saneamento ainda lançou vídeo em que aponta uma série de serviços, oferecidos pelo governo e pelas próprias empresas fabricantes de eletrônicos, que os cidadãos podem utilizar para encaminhar seus resíduos para reciclagem. Assista abaixo!

Você curtiria uma medida dessas por aqui?



Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *