Conviver com animais na gravidez faz bem aos bebês, garante estudo

Conviver com animais na gravidez faz bem aos bebês, garante estudo
28 abr 2015

Já se foi o tempo em que achava-se que estar grávida e ter um animal doméstico era sinônimo de problema. Ao contrário, conviver com um bichinho pode te ajudar a ter filhos mais saudáveis. Quem garante são pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo), do Departamento de Psicologia Experimental.

Eles revisaram estudos nacionais e internacionais sobre o tema e, liderados pelo Dr. César Ades, concluíram: a convivência com animais durante a gravidez e a infância faz bem para a saúde física e psicológica dos seres humanos.

Entre os benefícios estão a redução dos níveis de estresse, a diminuição da incidência de doenças comuns – como dor de cabeça e resfriado -, o fortalecimento do sistema imunológico e (pasme!) a redução de crises de rinite alérgica (principalmente, entre os 4 e 7 anos de idade).

É que conviver, antes do primeiro ano de vida, com animais aumenta, no organismo, a presença de proteínas que ajudam a regular o sistema imunológico das crianças. Resultado: menos casos de alergia e dermatite ao longo da vida.

Na idade adulta, os benefícios à saúde trazidos pelos bichinhos não param. Segundo os estudos revisados pelos pesquisadores da USP, eles ajudam a controlar a hipertensão arterial, diminuem as chances de infarto agudo do miocárdio em pacientes reincidentes, e (atenção quem é ruim de matemática!) melhoram o desempenho das pessoas na hora de fazer contas.

É fundamental, no entanto, que os donos dos pets jamais se descuidem de sua saúde e higiene – principalmente quando os bichinhos convivem com grávidas, crianças e idosos. Vacinação, vermifugação, consultas ao veterinário e limpeza devem estar sempre em dia. E viva o fim do preconceito com os animais durante a gestação!



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *