A organização especializada em substituir áreas de concreto por jardins comunitários (sem mudar suas características!)

SONY DSC
20 jul 2016

Por Nyle Ferrari

O asfalto e o concreto facilitaram a vida urbana, mas sua impermeabilização causa vários problemas. Como uma solução, o Depave sugere algo simples: destruí-los.

Enchentes, temperaturas extremas, agravamento da poluição, danos aos leitos dos rios e à qualidade da água: essas são apenas algumas das consequências diretas ou indiretas do excesso de concreto e asfalto nas cidades. Mas organizações como o Depave sugerem algo simples para combater o problema: destruí-los e tornar o ambiente urbano mais verde e saudável.

Criada em 2007, em Portland, nos Estados Unidos, a organização americana conta com a ajuda de mais de 2 mil voluntários para remover pavimentos de áreas como estacionamentos e playgrounds. No lugar, plantam árvores e criam jardins comunitários, que ajudam a equilibrar a temperatura e diminuir o escoamento da água. Quando não restam alternativas, utilizam superfícies permeáveis para substituir todo o material retirado.

O Depave surgiu quando seu fundador, Arif Khan, se mudou para o nordeste de Portland e seu novo jardim era completamente coberto por concreto. Atraído pela ideia de destruir para transformar e utilizando seus conhecimentos sobre planejamento urbano, Arif fundou a organização em 2007.

Segundo Eric Rosewall, coordenador dos projetos da organização, de lá até aqui já são 12,5 mil quilômetros quadrados de pavimentação removida, mais de 50 áreas verdes criadas e 48 milhões de litros de água salvos de ir para o esgoto a cada ano. O Depave também promove aulas e projetos de educação ambiental para a população local. “O que fazemos é legal nos Estados Unidos e nossos projetos ocorrem com permissão dos governos locais”, conta Eric. “Temos total apoio porque os benefícios do que fazemos são reais.”



Redação
Redação

Também quer ver seu texto publicado no The Greenest Post? Entre em contato com a gente pelo e-mail colabore@thegreenestpost.com!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *