Conheça a primeira cidade vegetariana do mundo

Conheça a primeira cidade vegetariana do mundo
20 out 2014

Sim, ela existe! Na cidade de Palitana, na Índia, está proibida a venda de qualquer tipo de carne animal ou ovo para consumo. E mais: criar bichos para abate dentro do município também virou crime – mesmo se os produtores tiverem a intenção de exportar a carne para outros lugares.

A decisão foi tomada pelo governo, depois que cerca de 200 monges jainistas fizeram greve de fome para protestar contra o assassinato de animais na cidade. Segundo eles, Deus deu o direito de viver a todos os seres vivos e não cabe ao homem matar bichos para satisfazer uma vontade sua.

O governo do Estado de Gujarat achou o pedido justo e decretou, em agosto, que Palitana seria a primeira cidade vegetariana do mundo. E assim está sendo desde então!

A notícia agradou os cerca de 5 milhões de indianos que são adeptos do jainismo (a religião é uma das mais antigas do mundo e prega um caminho de não-violência para todos os seres vivos). Quem não segue a crença, no entanto, não gostou nem um pouco da medida.

Palitana tem cerca de 65 mil habitantes e, pelo menos, 25% deles são muçulmanos – e discordam da decisão do governo. Segundo eles, a maioria das pessoas que vivem na cidade não são vegetarianas e o Estado não tem o direito de controlar a dieta das pessoas. O grupo já entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal, juntamente com todos os pescadores da região (que, claro, também não curtiram a ideia). Eles querem a anulação da medida instituída pelo Estado.

E você, é a favor ou contra a primeira cidade vegetariana do mundo?

Foto: JAINA/Creative Commons



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. katia santamaria Diz: dezembro 8, 2014 at 6:30 pm

    a favor da primeira cidade vegetariana.

  2. E qto ao leite de animais, eles permitem? lacto-vegetariana?

  3. Com certeza a favor. O consumo da carne é apenas desejo do ego humano. Por sermos seres pensantes, não temos o direito de tirar a vida dos animais para saciar vontade própria. Independente do gosto ser bom ou não.
    Eu voto pela paz, sempre.

    • ricardo_romano@zipmail.com.br Diz: março 22, 2015 at 1:39 pm

      E temos direito de tirar a vida dos vegetais porquê? Os vegetais valem menos que os animais? Leva a mal, não! Mas seres vivos sempre se alimentam de outros seres vivos. Esta é a natureza. Seres pensantes sabem disso!

      • ANA PAULA LACERDA Diz: maio 1, 2015 at 8:05 pm

        então vamos comer pessoas!!!!Obaaaaaaa!!!!!Comparar animais com vegetais, é no mínimo, absurdo. Por que não nos compararmos com vegetais tb? Eles fogem da gente, corre sangue nas suas veias, eles sentem medo quando vão ser mortos. É igualzinho. A morte de um brócolis e de um boi é idêntica. Queria me mudar para esta cidade e quem quisesse continuar matando, que viesse para o ocidente.

        • Com certeza é uma ótima notícia, não sou vegetariana, mas admiro muito as pessoas que são… E pra que tanta discussão, todas as cidades do mundo já são carnívoras, porque não pode haver uma cidade vegetariana afinal, os carnívoros que me desculpem, mas devem abrir a mente e saber que tem lugar pra todos neste mundo, se essa cidade não comporta carnívoros, eles que se mudem… É tão simples, pra que discussão, quem não for vegetariano/vegano que se mude pra outras tantas cidades carnívoras que existem no mundo e aos arredores desta. Respeitem aqueles que buscam uma dieta mais leve e sem dor e sofrimento. Como disse não sou vegetariana, mas não me sinto ofendida com isso, e respeito aqueles que querem viver em um mundo só com pessoas como eles, acho que isso é apenas o começo do que será a humanidade no futuro, sou a favor de um mundo mais sustentável e é mais que justo existir uma cidade vegetariana, já que existe um mundo inteiro carnívoro para o resto da população.

        • Ta vamos la, o negocio de todo mundo é querer usar termos comparativos né, então estou certa que você já tenha estudado sobre o sistema nervoso certo? Posso afirmar que são sensibilidades bem distantes totalmente diferentes “cortar a cabeça de um animal que sangra, agoniza e sente dor ate a morte ou retirar um alface da terra que não sente dor” ?Até pq vegetais não possuem esse sistema certo . Vale salientar que a busca não é salvar o mundo pq para isso teríamos que morrer é mesmo morto nosso corpo em decomposição liberaria toxinas prejudiciais ao meio ambiente afetando um ecossistema por completo. Então vamos simplesmente respeitar as diferenças! Vc nao precisa ser vegano, nimguem esta te impondo isso tudo é questão de escolha ou vontade! <3

      • Val Serra Diz: maio 1, 2015 at 11:17 pm

        Seres pensantes sabem que vegetais não são sencientes, não têm sistema nervoso (logo, não sentem dor), não tem cérebro, coração, não engravidam, não amamentam, não têm filhos nem têm mãe. Seres pensantes sabem que vivemos perfeitamente bem e de forma mais saudável sem consumir cadáveres de outros seres sencientes. Esse argumento de “peninha” dos vegetais não é de um ser pensante, mas de um ser acéfalo…

      • graciela Diz: maio 2, 2015 at 1:33 pm

        Hace ya un tiempo, nueva informacion esta llegando a nosotros, los humanos, cosas que antes eran impensadas, ahora son casi comunes….. las investigaciones avanzan y se sabe que cada ser vivo, tiene una contraparte energetica, que acompaña el estadio de su desarrollo.
        Por esa razon, si bien los vegetales comienzan a tener una emocion muy incipiente, LOS ANIMALES YA TIENEN UN CUERPO EMOCIONAL DESARROLLADO, y aun no se entienda o no se este de acuerdo con esto…. NO HAY DERECHO A TORTURAR, ACINAR,MEDICAMENTAR….. A ANIMALES, PARA TENER MAS PRODUCCION Y CONSUMO.

      • Já que te preocupas tanto com os vegetais… Saiba que para cada quilo de carne estão implícitos cerca de 7 quilos de vegetais…
        Por isso é um argumento inválido..
        Ao seres vegan poupas o animal e 7quilos de vegetais por cada quilo de carne do animal.
        Podes ser sempre frutivero, comendo apenas o que a planta ou a árvore dão.

      • Márcio Medeiros Diz: dezembro 27, 2015 at 12:05 pm

        Está bem no início da Bíblia Sagrada, no livro do Gênesis, que Deus deu instruções ao homem para que este se servisse das árvores que dão frutos e das plantas que dão sementes, para que isso sirva de alimento. E não é somente por causa da Bíblia Sagrada que eu sou vegano. O homem não tem o direito de matar qualquer animal para “saciar” a sua fome. E quem é carnívoro, deveria assistir inúmeros vídeos e ver fotos que aparecem na internet sobre as crueldades que são cometidas para com os animais. E eu quero aproveitar este espaço para falar das terríveis crueldades às quais são submetidos os animais nos experimentos “científicos”. São cenas literalmente deprimentes. São cenas horrorosas. Só os seres considerados IRRACIONAIS têm o direito de satisfazer a sua fome comendo a carne de outros animais. Eles fazem isso por instinto. Mas o homem, supostamente RACIONAL, se comporta, em sua grande maioria, como irracionais, enfiando goela abaixo as carnes, REPUGNANTES E NOJENTAS, que vão apodrecer em seus estômagos. E tem mais: já existem RAÇÕES VEGETARIANAS para cachorros e gatos. Eu já vi um cachorro devorar avidamente um grande pedaço de casca de melancia, e uma amiga minha tem um gato que gosta de comer cenoura.

      • Não é porque sempre foi assim, que não podemos e nem devemos mudar.O homem também mata, escraviza e quer dominar outros, inclusive da própria espécie, desde os primórdios de sua existência.Não devemos basear nossos comportamentos em hábitos milenares só porque são milenares.
        A escravidão também foi um dia considerada “normal” e correta…Mas evoluímos e entendemos que não é.
        Isso é uma questão muito importante a se desconstruir para compreendermos que, enquanto acharmos que somos superiores e podemos fazer o que quisermos com o planeta e com outras espécies, inevitavelmente teremos problemas, guerras e violência.

      • Amigo, plantas não sentem dor, não sentem medo biologicamente. Isso sim é ser pensante, é pensar no quanto esses animais sofrem. Apenas os animais carnívoros ou onívoros comem carne, vegetarianos comem plantas. Até mesmo o urso, que é onivoro ,pode conseguir viver um certo tempo apenas com plantas. Nós não precisamos mais da carne como nos primórdios, pois hoje a ciência está avançadíssima e nos mostra onde encontrar todos esses nutrientes em plantas. Seja pensante de verdade e estude, queira aprender e não viva na sua bolha egoista, pq não é você que só nasce pra ser preparado pra morrer, viver de hormônios, viver torturado, preso e com medo.

      • marilza theodoro Diz: junho 29, 2017 at 5:24 pm

        MAS CADA UMA QUE TEMOS QUE LER
        VEGETAIS NAO TEM SISTEMA NERVOSO ,,ENTAO NAO SENTEM DORES ,

      • Meu caro, até onde eu saiba plantas não têm sistema nervoso, portanto não sentem dor.

    • Thaise Vianna Diz: novembro 10, 2015 at 11:09 am

      A questão não é quem vale mais ou menos! A questão é que os vegetais não possuem sistema nervoso, ou seja não sentem dor e não possuem sentimentos! Diferente dos animais que são sensientes, se estudar um pouquinho a respeito disso saberá que todos os animais, racionais e irracionais, sentem dor e possuem sentimentos!

    • Perfeito
      O mundo devia ser janiista

  4. Eu sou a favor da primeira cidade vegetariana,pois irá propor uma ideia não-violenta para o resto que foram noticiado.

  5. Sou ovo-lacto-vegetariana. Mas é uma opção minha. Não sou a favor de impor isto. Penso que as pessoas tem de chegar a esta conclusão ou outra qualquer, atraves de esclarecimento, educação e penso que isto seja um processo gradual e muito pessoal. Nao a favor da morte de nenhum bichinho. Mas nascemos numa sociedade que ensina-nos que isto é natural, leva algum tempo por vezes para mudarmos. Acho que surgir uma lei assim onde obrigam as pessoas a alimentarem-se de uma maneira em que não estão preparadas, podem induzir a agressão. Enfim. Apenas a minha opnião refente ao que diz o artigo.

    • Desculpa, mas ovolacto-vegetarianismo também mata e explora seres vivos. Atualmente na indústria os pintinhos são mortos e descartados porque não botam ovo e a mesma coisa acontece com os bezerros que só servem para sugar o leite, na visão dos zootecnistas. Surgir uma lei que obrigam as pessoas a não matar e se comerem outras coisas não é algo ruim. O problema é que existem pessoas com mente fechada. Só lembrando que se você leva a sério a causa animal o vegetarianismo é cheio de falhas morais, ele defende a institucionalização da exploração e escravidão animal e não a abolição disso e isso não condiz com quem prega respeito aos outros seres vivos.

      • Acontece Sid Levis, que precisamos estar atento ao extremismo cego. Sou ovolacto e como ovos sim, como ovos que vêm do galinheiro do meu sítio. As galinhas recebem amor, são bem tratadas e elas botam ovos (que é algo natural delas). E o leite que consumo recebo de uma grande amiga que me fornece, ela tem uma fazenda, vários bichinhos e tira leite de sua vaquinha (pra não empedrar). Então não há sofrimento nisso. Não adianta sair criticando o ovolacto-vegetarianismo sem saber como a pessoa faz para conseguir seus alimentos. Tirar a vida do animal para se alimentar dele, isso sim é uma enorme crueldade. Podemos viver em harmonia com eles, amar e amar.

        • Edivaldo Diz: maio 2, 2015 at 11:35 am

          Acho interessante os humanos… Sempre que conseguem criam uma ditadura independente do pensamento, já existiram ditaduras politicas de direita, de esquerda, teocracias, agora a ditadura alimentar. Mesmo que a lei seja mantida, e provavelmente vai ser derrubada pela justiça federal, duvido muito que alguém deixaria de comer carne ou beber leite, comer, ovos apenas por que tem uma lei dizendo que eles não devam fazer isso.

        • Não existe essa fazendinha fantasia da vovó donalda. As galinhas comem seus ovos para repor o cálcio quando selvagens, bezerros precisam do leite da vaca é errado roubar o leite deles. E depois que essas galinhas e vacas felizes não produzem mais ovos e leite? a vovó donalda fica alimentado elas até morrerem de velhas? faz um velório e enterra? Não, são todas levada para o matadouro ou mortas por ali mesmo. Ovo é da galinha e o leite é do bezerro, não existe como saber se eles dão voluntariamente, é exploração animal e nunca vai ser vegano isso. Obs. Montar em cavalos felizes tb nunca vai ser vegano.

  6. Sou totalmente CONTRA esta lei.
    “Os seres humanos são omnívoros, capazes de consumir tanto produtos vegetais como produtos animais.” – Ninguém deve ser obrigado a nada, a não ser que assim o queira.
    Concordo com a “marcelavitorino” que poder-se-á educar para aceitar e acolher essa ideia, só mesmo dessa forma. Digo “não” à imposição!

  7. palma visona Diz: dezembro 13, 2014 at 4:05 pm

    Sou a favor, pois todos os seres vivos merecem viver. Eles sentem fome, frio, medo e dor.Sem falar que também possuem sentimentos. O Papa Francisco já sucitou que os cães vão para o céu depois que morrem, demonstrando um grande respeit aos animais, que certamente será seguido por muitos daqui para frente. Esse Papa eh um anjo que caiu na terra.

  8. Natália Lulli Milani Diz: dezembro 19, 2014 at 5:01 pm

    por mim tinha que proibir é no mundo inteiro

  9. Então não é uma cidade vegetariana……..é uma cidade que criminalizou o consumo local………Qual a vantagem ?? as pessoas irão comprar em outra cidade.

  10. Babaquice total. Sou vegetariano, mas em primeiro lugar sou uma pessoa que defende a liberdade. Então se quiserem comer carne que comam. Ninguem me obrigou a ser vegetariano, foi minha escolha. As pessoas precisam respeitar as diferenças.

    • Comer animais não é opção pessoal, pois vítimas sencientes estão envolvidas. Pelo fato de ser onívoros podemos ter uma dieta de vegetais. Veganismo é a condição normal, natural e necessária de um humano. Assassinar animais é antiético, maus tratos e crueldade aos animais, pois é desnecessário comer animais.

  11. Totalitarismo vegano. No ocidente vegetarianismo é coisa de gente meio new age, meio new hippie. Passam uma imagem de leveza, de cabeça aberta e arejada, e tal, mas quando vai ver na real a maioria é um bando de gente dogmática e intolerante, uns tipos meio fanáticos. Se eles pudessem impunham uma ditadura vegana no mundo inteiro.

  12. Sou vegetariana. A princípio me vi Contra a decisão já q os não vegetarianos teriam seus direitos cerceados. Depois pensei q eu penso assim só pq ainda entendemos q os animais têm direito de não serem mortos sem necessidade. ..

  13. Uma das menores expectativas de vida do mundo e alem disso um dos países q tem menos medalhas na história das olimpíadas. A India é um país que não é um exemplo de saúde física.Será que é o habito de não comer proteína animal ou pura coincidência?

  14. Ana Temudo Diz: maio 1, 2015 at 7:48 pm

    Completamente contra! Está-se a desrespeitar quem não vegetariano. E acima de qualquer ideologia ou convicção, deve-se respeitar primeiramente os outros, com outras ideologias e convições. Pois só assim é que se cria espaço para a paz, certo?

    • E os animais? Não tem direito de escolher se querem morrer ou não? É apenas uma cidade, ainda…
      Isso é uma evolução lenta, até pq se eles querem comer que comprem em outro lugar. A liberdade deles ainda existe, apenas a lei da cidade que está mudada, eles ainda estão livres pra comer o que quiserem só que não lá.
      A cidade tem pouco mais de 60 mil habitantes, ou seja, deve ser pequena e não deve ser nada dificil chegar a outra cidade.

  15. ANA PAULA LACERDA Diz: maio 1, 2015 at 8:00 pm

    A favor. Totalmente a favor. E quem vem com este papo de vegetais, dá um tempo…. Vc se acha mais parecido com um boi ou com um brócolis??????Então se os vegetais são iguais aos animais, nós tb somos. vamos comer as pessoas então.

  16. Completamente a favor. Quero morar nesta cidade!

  17. Leonardo Diz: maio 2, 2015 at 9:31 pm

    Desde que não proíba a cachaça eu concordo.

  18. Manuele Araldi Diz: maio 3, 2015 at 4:14 am

    Fico pensando que quando surgem leis assim as pessoa automaticamente recorrem à liberdade das pessoas de não serem obrigadas a nada. Porem, esta linha de argumentação é a mesma usada pelos senhores donos de escravos. Então porque aquelas pessoas não haviam, por conta própria, percebido que a escravizar outro ser humano é uma coisa péssima a ser feita, a lei Aurea não poderia ser sido promulgada???
    É por isso que direitos humanos não podem ser submetidos aos plebicitos, porque direitos humanos, e aqui quero expandir o conceito de DH para Direitos de todos os seres vivos, não podem estar a merce da opinião e moral vigente daquela época ou lugar! Eles tem que ser cláusulas pétreas das constituições e deu!

  19. Priscila Diz: maio 3, 2015 at 4:25 pm

    Sou vegetariana com muito orgulho,mas tbm concordo que impor filosofia de vida…..ou qq tipo de dogma também n é legal,mas não sabemos o que de fato aconteceu……para chegarem a esse ponto.
    Infelizmente nós seres humanos só respeitamos certas regras quando vira lei!

  20. quero ir morar la

  21. Concordo plenamente 🙂

  22. Pra quem tem uma consciência rica a favor dos animais, é um sonho. eu aprovo. dizem que somos extremistas, por defender os sencientes. extremismo é matar pelo nosso paladar.

  23. […] (thegreenestpost.com) […]

  24. Aí sim,finalmente uma cidade humana de verdade, os indianos dão lição de amor e respeito aos mais fracos! Essa é a cidade dos sonhos, gostaria que o mundo fosse assim, paz a todos.

  25. Isolde Eich Diz: dezembro 11, 2015 at 1:45 pm

    Fiquei muito feliz ao ler essa notícia. assim as pessoas vão respeitar a vida dos outros seres.

  26. ilanil ferreira de amorim Diz: janeiro 19, 2016 at 7:17 pm

    tenho certeza que se alguma cidade brasileira adotasse esta prática seria uma cidade turística e bem conceituada, ja que o veganismo está ligado ao verde, ao amor, aos animais e às crianças que passam fome na África. quem ainda tem dúvida assista o filme a carne é fraca.

  27. Maravilhosa notícia. Os animais não escolhem se querem morrer ou não, mas mesmo assim são assassinados a sangue frio, vivem a vida inteira para o abate, sem contar com a indústria do leite, com a indústria da pesca. Este povo ainda tem a liberdade de sair dessa cidade para se alimentar do jeito que seu paladar deseja em outra, até pq pelo numeoro de habitantes a cidade deve ser bem pequena. Evolução em marcha lenta, porém importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *