Estudo brasileiro descobre uso de casca de jabuticaba para combate a diabetes

Estudo brasileiro descobre uso de casca de jabuticaba para combate a diabetes
05 dez 2018

Camundongos envelhecidos alimentados com ração rica em gordura, para promover o ganho de peso e aumentar a gordura no fígado sangue e níveis de glicose foram base de um estudo realizado por um grupo de pesquisadores do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas.

A dieta, que possuía cinco vezes mais a quantidade ideal de gordura, foi contra balanceada com a ingestão de extrato da casca de jabuticaba criada pelo grupo. Com grande concentração de compostos bioativos, que interferem positivamente no metabolismo, o composto apresentou alto teor em fenólicos – como as antocianinas, também presentes em vinho tinto.

Segundo o estudo, a fruta nativa da Mata Atlântica possibilitou o combate de pré-diabetes e o aumento do acúmulo de gordura no fígado nos animais, que foram escolhidos por estarem associados à redução da capacidade metabólica e alterações do metabolismo hepático, glicídico e lipídico.

“Observamos que a ingestão do extrato da casca da jabuticaba por camundongos envelhecidos, submetidos a uma dieta com alto teor de gordura, também causou a diminuição no ganho de peso, do aumento de gordura no sangue e do excesso de glicose no sangue e melhorou o HDL [colesterol bom] dos animais, entre outros benefícios”, disse a coordenadora do projeto, Valéria Helena Alves Cagnon Quitete, professora do IB-Unicamp, para a Agência Brasil.

O extrato já é patenteado e será licenciado por uma empresa brasileira. Enquanto isso, os mesmos pesquisadores estudam seu uso para atraso da progressão do câncer de próstata (resultados preliminares mostraram diminuição das lesões!).

Foto: Ariane Azevedo/Creative Commons



Jéssica Miwa
Jéssica Miwa

Mãe do Gael, Googler, jornalista e cofundadora do The Greenest Post. Acredita em pequenas ações que podem mudar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *