Cidade do RS mantém horta que garante orgânicos na merenda de todos os alunos da rede pública

Cidade do RS mantém horta que garante orgânicos na merenda de todos os alunos da rede pública
06 jun 2016

Não é só a capital de São Paulo, onde já é lei a inclusão de orgânicos na merenda, que está dando exemplo, quando o assunto é alimentação saudável nas escolas.

Na cidade de Fazenda Vilanova, no Rio Grande do Sul, a própria prefeitura mantém uma horta, em um terreno de quatro hectares, onde são cultivadas hortaliças, frutas e verduras sem qualquer agrotóxico. As plantações são adubadas com compostos orgânicos e esterco de galinha, enquanto o controle de pragas é feito com um repelente natural a base de caldo de cebolinha.

O que tudo isso tem a ver com educação? Todos os alimentos produzidos ali já têm destino certo: a merenda dos mais de 900 alunos que estudam nas sete escolas públicas (municipais e estaduais) da cidade. A horta ainda é usada para aulas ao ar livre com a criançada. Enquanto os mais velhos aprendem sobre permacultura, os mais novos têm uma gostosa aula sobre cores no meio da plantação, por exemplo.

Segundo a prefeitura, além de garantir uma alimentação saudável para as crianças do município e maior consciência ambiental, a iniciativa ainda gera uma economia de aproximadamente 22,5% com educação. Isso porque o governo gastaria muito mais se tivesse que comprar de terceiros os alimentos que usa na merenda.

Bem que outras cidades do Brasil poderiam seguir o exemplo de Fazenda Vilanova, não?



Débora Spitzcovsky
Débora Spitzcovsky

Débora Spitzcovsky é jornalista, formada pela Universidade Metodista de São Paulo e, desde o início da carreira, atua na área da sustentabilidade. Atualmente, é analista de comunicação sobre o tema na Duratex

Observações

  1. Excelente exemplo a ser “copiado”, pois chega de veneno em nossas mesas…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *