Sabia que há mais de 300 rios enterrados embaixo do asfalto em SP? Descubra onde estão!

Sabia que há mais de 300 rios enterrados embaixo do asfalto em SP? Descubra onde estão!
25 ago 2015

Poucos sabem que a capital paulista esconde mais de 300 rios, que foram enterrados e cobertos por concreto e asfalto. Para ajudar a população a “redescobrir” estes cursos d’água, voluntários criaram o projeto Cidade Azul. A iniciativa é uma maneira de mostrar o lado azul da cinzenta São Paulo.

Entre os materiais desenvolvidos durante o projeto estão audioguias, que podem ser acessados pela população por meio de dispositivos móveis. A ideia é que as pessoas baixem os áudios – que são acompanhados por mapas interativos – e façam expedições urbanas para seguir estes rios invisíveis. Basta colocar os fones nos ouvidos e seguir as orientações e o trajeto sinalizado por pinturas no chão.

“O audioguia conta um pouco sobre a história dos rios e das pessoas que moram em seu entorno. Queremos, na verdade, desenterrar os rios pelo menos na consciência das pessoas inicialmente para que todos nós saibamos que vivemos sobre a água”, explica Caroline Ferrés, designer e uma das idealizadoras do Cidade Azul.

O primeiro audioguia produzido no projeto é relacionado ao Rio Verde e já está disponível no site. Ao longo do projeto, outros rios devem ser contemplados. Vale ficar de olho!

Foto: Doug Ford/Creative Commons



Web Rádio Água
Web Rádio Água

A Web Rádio Água é uma ferramenta de comunicação do Centro Internacional de Hidroinformática (CIH), um centro de categoria 2 do Programa Hidrológico Internacional da UNESCO. A WRA opera na produção e difusão de conteúdos em áudio (técnicos e comunitários) dentro das temáticas “Água, Energia e Sustentabilidade”. O projeto dedica-se a ser um espaço colaborativo que possibilita a troca de informações e experiências, para que, a partir da mobilização social, sejam adotadas boas práticas relacionadas à temática água como recurso natural em diferentes cenários da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *